Nas Bancas

Filipa Maia e Pedro Sousa: "Temos feitios muito difíceis"

Filipa, de 25 anos, e Pedro, de 23, são ambos atores. O Cabo da Roca foi o palco desta produção onde os jovens revelaram a sua cumplicidade.

Inês Mestre
14 de novembro de 2011, 10:55

Em 2008 fomos convidados, sem nos conhecermos, para fazer uma curta-metragem. Quis saber quem era o rapaz, para ver se era bonito, pois se não fosse não aceitava! Vi que o Pedro era giro, mas, por outras razões, acabei por não fazer o trabalho. Mas nunca me esqueci daquele rapaz giro, louro, de olhos azuis. Passado um ano, uma amiga apresentou-nos e fomos mantendo contacto através do Facebook. Ele acabou por ir ter comigo à faculdade e foi aí que começámos a namorar.” É assim que Filipa Maia, de 25 anos, conta como conheceu o namorado, Pedro Sousa, de 23.
Os dois atores entraram na série Morangos com Açúcar, mas têm agora diferentes projetos. Filipa faz uma participação na novela Remédio Santo e, até ao fim do ano, deve estrear o filme protagonizado por Pedro, Deste Lado da Ressurreição, e ainda um telefilme, A Casa das Mulheres.
Descontraídos e bem dispostos, os jovens atores estiveram com a CARAS no Cabo da Roca, onde falaram de amor, morte, presente e futuro.
– Na vossa relação, quem vai ao volante?
Filipa Maia
– Sou eu! [risos] Eu tenho um defeito: gosto das coisas à minha maneira e sou um bocado mandona! Mas também tenho sido mal habituada pelo Pedro, que me fazia as vontades todas... Ultimamente as coisas foram mudando. Ele tratou-me como uma princesa durante um ano e meio e eu achava que ia ser assim para sempre, mas agora já me faz ceder nalgumas coisas.
– O que mais gostam um no outro?
– O Pedro é muito boa pessoa, prestável e muito amigo e eu tive a prova disso recentemente. Passei por uma situação difícil e ele foi mais do que meu namorado, foi o meu melhor amigo. Além disso, é muito determinado e quando se compromete com uma coisa, leva-a até ao fim.
Pedro Sousa – Adoro o facto de a Filipa ser uma miúda louca, no bom sentido – não há louco no mau sentido, ou há? Os loucos são sempre interessantes.
– E o que menos gostam?
Filipa
– O Pedro é muito teimoso e orgulhoso!
Pedro – A Filipa também é muito teimosa!
– Sendo ambos teimosos, quem ‘vence’ as discussões?Filipa – Sou eu, porque bato o pé e o Pedro acaba por desistir!Pedro – É verdade, ela tem mais força que eu.
– Há pouco a Filipa disse que passou uma fase difícil recentemente...
Filipa
– Sim, perdi a minha mãe há três meses, com um cancro. Ainda é um período difícil, pois estou a aprender a viver sozinha e saber que não vou mais estar com a minha mãe. Custa-me pensar que já não vou dar-lhe o beijinho de boa noite ou comer a comida que ela fazia... Nos últimos tempos era eu que tomava conta dela e isso fez-me crescer imenso como pessoa. Mas agora estou a começar a levantar a cabeça, a continuar a vida e a tentar fazer tudo para que ela se orgulhe de mim. Também sei que a minha mãe se foi embora com a consciência tranquila em relação a mim, pois educou-me bem e sabe que eu vou seguir em frente.
– Passou a viver sozinha?
– Sim. Poderia ter ido viver com o meu pai, que mora em Cas-cais, mas optei por viver sozinha na minha casa. Ainda lá tenho algumas coisas da minha mãe e as pessoas dizem-me que eu deveria mudar de casa, mas tudo leva o seu tempo e eu ainda estou a viver o meu luto. No início o Pedro teve de ficar uns tempos comigo, pois tinha pavor de estar sozinha, mas agora percebo que estar sozinha não quer dizer que estejamos sós e já começo a gostar.
– Já pensaram viver juntos?
– Eu gostava, mas também sei que é cedo. Só namoramos há dois anos e somos muito novos. Além disso, tenho medo que seja um passo demasiado grande e estraguemos o que temos. Por outro lado, sou apologista de tentarmos para ver se resulta, porque temos feitios complicados. Mas estou à espera de que, depois desta entrevista, o Pedro se ajoelhe, me peça em casamento e me traga um anel de diamantes! [risos]
– Falam em casar e ter filhos?
– Eu sonho imenso com o casamento. Quero uma cerimónia toda pomposa, com cavalos, na igreja, de vestido comprido... Sei que hoje em dia há muitas pessoas que já não ligam a este tipo de coisas, mas eu ligo.
– O Pedro está muito calado... Casar e ter filhos também faz parte dos seus planos?
Pedro
– Eu também quero casar, mas quero que seja na praia, dentro de água. Por isso, não sei como vamos fazer! Em relação a ter filhos ainda me sinto novo. Para já, prefiro ser filho a ser pai. Mas é algo que, com o tempo, há de vir a acontecer.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras