Nas Bancas

Ana Varela: “Batalho muito por aquilo que quero”

Foi por acaso que a jovem de 23 anos descobriu que representar era a sua paixão. Uma carreira de risco, mas Ana não desiste e diz que o apoio do namorado, João Louro, de 27 anos, é fundamental.

Inês Mestre
29 de outubro de 2011, 11:32

Natural da Parreira, uma aldeia perto de Almeirim, Ana Varela descobriu há quatro anos a sua paixão: representar. Foi para Lisboa tirar o curso de Economia, mas percebeu que não era aquele o caminho que queria seguir. Procurou novos desafios, começou por fazer publicidade e acabou por ser escolhida para uma série de televisão, T2 para 3 Remodelado. A partir daí, a atriz, de 23 anos, tem trabalhado com regularidade, e está agora na série da RTP Pai à Força.
As incertezas associadas a esta carreira deixam a atriz um pouco receosa, mas Ana não desiste de lutar pelo que quer, até porque tem o apoio da família e do namorado, João Louro, de 27 anos, com quem está há dois anos.
– A sua personagem em Pai à Força, Laura, seduz para conseguir o que quer. Já usou as armas femininas para conseguir alguma coisa?
Diretamente, não! É óbvio que usamos a nossa imagem e dotes femininos, sobretudo nesta área profissional, mas nunca seduzi ninguém para conseguir um papel! Ao contrário da minha personagem, eu olho aos meios para atingir os fins. Mas, enquanto atriz, o meu corpo e a minha imagem são algumas das minhas armas, sem dúvida.
– É feminina?
Sou muito feminina e cada vez mais. Quando era adolescente joguei futebol, fui federada e tudo! Andava sempre com rapazes, nos intervalos jogava com eles, era muito maria-rapaz. Com o tempo, e desde que descobri o que realmente gosto na vida, estou cada vez mais eu própria e cada vez mais feminina. Gosto de sapatos, de roupas, de cuidar de mim...
– Começou há quatro anos. Já teve momentos sem trabalho?
– Já estive cerca de um ano sem trabalhar e é difícil. É difícil quando não se tem trabalho nem se sabe quando se vai ter.
– Como faz nessas alturas, em termos financeiros?
Felizmente tenho o apoio da minha família e do meu companheiro. Além disso, tento aproveitar os momentos em que estou parada para fazer alguma formação na área e evoluir noutros campos. Mas é difícil, até porque eu sou de projetos a longo prazo e quando não tenho nenhum começo a ficar preocupada em relação ao futuro e stressada. O que também se torna difícil para o meu namorado! Mas ele está lá para mim, tal como eu estou para ele nos momentos difíceis.
– Como é a vossa relação?
O João é uma base de apoio muito grande e somos os melhores amigos. Estamos sempre na brincadeira e acho que não temos um momento em que não estejamos a falar um com o outro! Ele é o meu melhor amigo e o meu projeto de vida. Amo-o muito e é com ele que quero casar-me e ter filhos
– É uma mulher que luta pelo que quer?
Sim, sem dúvida. Eu batalho e trabalho imenso para conseguir o que quero. Estou concentrada em fazer as coisas à minha maneira, não esquecendo quem sou e quem está comigo. Mas não estou à espera que as coisas caiam do céu, aliás, nem sequer esperava ser atriz. Venho de uma aldeia e lá ser atriz não é uma hipótese que se ponha, o objetivo é estudar, ter um curso superior e trabalhar. Nunca pensei ter um rumo diferente, mas ele foi posto à minha frente e descobri que era esse que queria tomar. E o meu desejo de ser atriz não é menor por ser recente. Adoro o que faço e espero ter muito sucesso, mas trabalho para isso todos os dias.
 

Ana Varela

Ana Varela

João Lima

Palavras-chave

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras