Nas Bancas

Milena Toscano: “Sou objetiva e prática, gosto de dar passos sólidos e concretos”

A protagonista de ‘Araguaia’ esteve pela primeira vez em Portugal e falou da mulher que é fora das novelas.

Marta Mesquita
15 de outubro de 2011, 23:39

Milena Toscano, de 27 anos, tornou-se mais conhecida dos portugueses com a interpretação da personagem Manuela na novela Araguaia, em exibição na SIC. Juntamente com o colega Murilo Rosa, a jovem atriz esteve em Portugal e aproveitámos a ocasião para uma conversa descontraída depois de uma sessão fotográfica no Altis Avenida Hotel.


– É a primeira vez que vem a Portugal. É só uma viagem de trabalho ou já deu para conhecer alguma coisa do nosso país?
Milena Toscano
– Nossa, estou a adorar! Já deu para passear um pouco. Já fomos ao Bairro Alto, estivemos no Padrão dos Descobrimentos e tenho comido muito bem. Estou apaixonada pela comida desta terra. Provei os pastéis de Belém, deliciosos... E tenho sido muito bem recebida. Os portugueses são muito recetivos.
– A Manuela da novela Ara­guaia é o seu primeiro papel de protagonista. Foi um grande desafio?
– Foi um grande desa­fio, porque tive mais trabalho, responsabilidade e reconhecimento do que aquilo a que estava habituada. Tive muito apoio de toda a equipa e aprendi muito. Agora estou a gravar a novela Fina Estampa. Vou fazer uma personagem que mora num subúrbio, mas que se move na alta sociedade carioca e que vai fazer de tudo para subir o seu nível de vida.
– A Milena da vida real é muito diferente desta nova personagem que vai interpretar?
– Sou! Tenho os pés bem assentes na terra. Sou do signo Capricórnio, cresci com fortes valores familiares. Gosto de dar passos concretos e sólidos. Sou objetiva, prática, sei bem o que quero e dou passo após passo.
– E é também a típica brasileira, extrovertida e de bem com a vida?
– Sou mesmo a típica bra­sileira! Sou extremamente extrovertida, empolgada e ando sempre a mil. Também não dispenso a praia e o samba.
– Falou dos valores fa­miliares... É muito ligada à sua família?
– Sou. Fui para o Rio de Janeiro com 19 anos, mas os meus pais continuam muito presentes na minha vida. Ajudam-me imenso e estão sempre no meu lado. Falo com a minha mãe duas a três vezes por dia. Também gosto de ser independente. Habituei-me a cuidar de mim, mas isso não significa que não goste de ser mimada.
– E o que é que quer alcançar na sua vida?
– Quero fazer o que amo para o resto da vida, que é representar. Também quero casar-me, ter filhos, um restaurante... Só não sei quando.
Com uma agenda profissional tão preenchida, há tempo para namorar?
– Tempo há sempre, mas às vezes não aparece a pessoa certa. Estou a namorar comigo própria, porque a minha carreira exige muito de mim. Uma pessoa para estar comigo tem de entender a minha vida. Neste momento estou solteira.
 

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras