Nas Bancas

D.R.

D.R.

Gisele Bündchen gera polémica

Campanha de publicidade em lingerie pode ser proibida no Brasil

Redação CARAS
1 de outubro de 2011, 23:20

A top-model brasileira Gisele Bündchen voltou a dar a cara por uma marca de lingerie. Na campanha Hope Ensina, a modelo explica como se devem dar as más notícias ao marido, como por exemplo, informar que bateram com o carro, que passaram o limite do cartão de crédito ou que mãe vai morar com eles. Primeiro a modelo dá as notícias vestida (a maneira errada) e, de seguida, fá-lo apenas de lingerie (a maneira certa), incentivando as brasileiras a usarem o seu charme para que os maridos sejam mais compreensivos com elas. O anúncio tem gerado polémica e a Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República brasileira já solicitou ao Conselho Nacional de Autoregulamentação Publicitária (CONAR) que retire a campanha do ar, alegando que têm recebido telefonemas de muitas mulheres que se sentem ofendidas, considerando esta campanha sexista. "A propaganda promove o reforço do estereótipo equivocado da mulher como objeto sexual do seu marido e ignora os grandes avanços que temos alcançado para desconstruir práticas e pensamentos sexistas. Também apresenta conteúdo discriminatório contra a mulher, infringindo os artigos 1° e 5° da Constituição Federal", defende aquela secretaria.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras