Nas Bancas

Ana Rita Rocha e Celso Martins: Um amor que dura desde a adolescência

Juntos há 15 anos, os manequins e empresários, pais de Estrela, de dois anos, partilharam os segredos da sua relação feliz.

Marta Mesquita
8 de setembro de 2011, 18:15


Ana Rita Rocha
e Celso Martins eram ainda adolescentes quando começaram a namorar, já lá vão 15 anos. E há dois anos esta história de amor começou a ser vivida a três, com o nascimento de Estrela, que é, tal como a manequim e coordenadora da Just Academia assegura, "a cereja no topo do bolo". Foi durante um fim de semana a dois, no Algarve, que os sócios do restaurante Opaq partilharam com a CARAS porque é que já são considerados o "casal relíquia" do mundo da moda nacional.
- Vieram passar estes dias ao Algarve sem a Estrela. Estes momentos a dois fazem parte dos vossos hábitos de casal?
Ana Rita Rocha - Tentamos ao máximo que façam. A Estrela fica muito bem com os avós, às vezes até fico triste, porque parece que ela não nos liga muito quando regressamos a casa! E vir para o Algarve é sempre ótimo. Gosto muito de festas, de confusão, por isso não me importo nada de vir nesta altura do ano. Não abrimos mão deste tempo de descanso e divertimento.
Celso Martins - Aqui tentamos mesmo descansar, apesar de eu estar sempre atento ao que se passa no restaurante. Mal chegámos, tive de ligar o computador...
- Acredito que estes momentos mais românticos sejam essenciais para não se acomodarem à relação, sobretudo tendo em conta que já estão juntos há tanto tempo...
- Sim, sem dúvida. Tentamos sempre fazer coisas novas a dois. E a Estrela também veio dinamizar a nossa relação.
Ana Rita - Tentamos manter uma relação forte e bonita. Mas não é fácil evitar a monotonia, sobretudo num relacionamento com vários anos... Até agora, temos conseguido dar a volta e não cair na rotina. No mundo da moda, já somos considerados o casal relíquia. E concordo com o Celso no que diz em relação à Estrela, ela é mesmo a cereja no topo do bolo.
- Mas, às vezes, os filhos podem ser a desculpa perfeita para o casal já não dar a devida atenção aos programas a dois...
Celso - Não é uma desculpa, e sim uma ajuda. É verdade que a Estrela veio encurtar o nosso tempo a dois, e tornou o nosso dia-a-dia diferente, porque tivemos de criar uma nova estrutura familiar. E enquanto casal adaptámo-nos a todas estas mudanças, o que acabou por ser muito positivo para nós. Durante estes 15 anos, temos crescido juntos, e isso tornou a nossa relação mais forte, porque já nos conhecemos bem e acabamos por conseguir conciliar os nossos gostos e diferenças.
- Ter mais filhos faz parte dos vossos planos?
- Eu adorava ter mais filhos, mas com a nossa vida e com o trabalho é complicado. Não gostávamos que a Estrela fosse filha única. Se Deus quiser, há de vir o Gabriel!
Ana Rita - Eu também adorava ter mais filhos, então se fosse um menino era maravilhoso!
 

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras