Nas Bancas

Helena Sacadura Cabral: "Não dou conselhos sobre política aos meus filhos"

A economista, jornalista e escritora esteve na apresentação do livro, 'As Conversas de Marta', de Marta Leite Castro, na Livraria Bertrand, do Chiado, e contou à CARAS como é que o filho mais novo, Paulo Portas, vive esta nova fase desde que assumiu o cargo de ministro dos Negócios Estrangeiros.

Joana Carreira
21 de agosto de 2011, 16:37

É publicamente conhecido que Helena Sacadura Cabral não gosta que os seus dois filhos, o ministro dos Negócios Estrangeiros Paulo Portas e o eurodeputado Miguel Portas, estejam ligados à política. Mesmo assim, e apesar de habitualmente não dar opiniões sobre a vida profissional deles, a escritora e economista contou como o seu filho mais novo está a viver esta nova fase, desde que assumiu a pasta governamental, há cerca de mês e meio. "Como mãe, acho que ele agora está muito cansado. E calculo que os dossiês que tem na mão não sejam fáceis. O meu inconveniente é ser economista, pois tenho a vantagem de perceber do que ele está a falar. Não dou é conselhos sobre política aos meus filhos, pois não tenho gosto nenhum nisso. E a minha opinião vale dinheiro, só se me pagarem! [risos] Sou economista e escrevo sobre economia, doa lá a quem doer... [risos]"

Paulo Portas
Paulo Portas
Natacha Brigham
Apesar das responsabilidades acrescidas de Paulo Portas, Helena garante que o filho continua a ter o cuidado de lhe dedicar algum tempo:
"Nunca vivo estas fases da vida dos meus filhos com grande alegria
[risos]
. Como o Paulo não tem filhos nem mulher, mima-me muito. Ele gosta de partilhar e no pouco tempo que temos reunimo-nos muito em família. Nem que seja para beber um café, ele esforça-se para estarmos juntos."

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras