Nas Bancas

users_0_10_amy-winehouse-17ed.jpg

Reuters

Amy Winehouse poderá ter morrido porque deixou de beber

Segundo o jornal 'The Sun', a família acredita que a cantora morreu por ter deixado de beber radicalmente.

Joana Carreira
28 de julho de 2011, 16:52

A autópsia foi inconclusiva e as causas da morte de Amy Winehouse ainda não são conhecidas, no entanto, muita tinta tem corrido sobre este assunto. Segundo o jornal The Sun, a família acredita que a cantora britânica morreu porque deixou de beber radicalmente. O médico de Amy, de 27 anos, tinha-a aconselhado a deixar o álcool gradualmente.

"Os médicos disseram à Amy para deixar o álcool de forma gradual. Ela disse que isso era impossível, que era tudo ou nada", revelou uma fonte à publicação, que acrescentou: "Ela tinha um corpo frágil e pode não ter aguentado a abstinência total em relação ao álcool. A família está convencida que essa foi a causa da morte", disse.

Recorde-se que Amy Winehouse foi encontrada morta na sua casa de Camden Square, a norte de Londres, no passado sábado, dia 23.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras