Nas Bancas

Renato Seabra deverá ser julgado antes do Natal

Em conversa com os jornalistas, após mais uma audiência preliminar no Supremo Tribunal de Nova Iorque, o advogado David Touger afirmou que o julgamento deverá começar "antes do Natal". A próxima audiência foi marcada para o dia 4 de agosto.

Pedro Amante
27 de julho de 2011, 02:26

Renato Seabra voltou esta terça-feira, dia 26, a tribunal e após a audiência no Supremo Tribunal de Nova Iorque o seu advogado, David Touger, disse aos jornalistas que o julgamento deverá começar "antes do Natal". Touger mantém a intenção de alegar que o seu cliente agiu sob estado de insanidade mental e foi para provar isso mesmo que entregou ao juiz uma cópia do relatório do psiquiatra que contratou para examinar Renato Seabra. Caso o advogado consiga convencer o júri, o ex-modelo português ficará ilibado de qualquer responsabilidade criminal e, em vez de ficar preso, será internado num hospital psiquiátrico.

Em conversa com os jornalistas, David Touger não quis, no entanto, adiantar as conclusões do relatório psiquiátrico, elaborado pelo psiquiatra Robert Harris.

Foi marcada uma nova audiência para o próximo dia 4 de agosto, na qual a procuradora deverá anunciar se pretende que Renato Seabra seja examinado por outro psiquiatra.

Renato Seabra na audiência de ontem no Supremo Tribunal de Nova Iorque
Renato Seabra na audiência de ontem no Supremo Tribunal de Nova Iorque
AP

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras