Nas Bancas

users_0_14_funeral-de-fernando-pinto-de-sousa-5d8f.jpg

Amigos e familiares despedem-se de Fernando Pinto de Sousa, pai de José Sócrates (fotogaleria)

O arquiteto morreu ontem, 18 de julho, no Hospital de Santo António, no Porto.

Andreia Guerreiro
19 de julho de 2011, 17:59

FOTOS:
Joaquim Norte de Sousa


No último adeus ao seu pai,
José Sócrates
teve ao seu lado a mãe,
Maria Adelaide
, os filhos,
José Miguel
e
Eduardo
, a ex-mulher,
Sofia Fava
, e muitos amigos e ex-ministros que se juntaram aos populares na cerimónia fúnebre de
Fernando Pinto de Sousa
.


O pai do ex-primeiro-ministro faleceu na passada segunda-feira, aos 84 anos, dois dias depois de ter dado entrada no Hospital de Santo António, no Porto, vindo transferido de helicóptero do Hospital de Vila Real, com um traumatismo craniano provocado por uma queda sofrida ao descer uma escada. Desde que chegou ao Porto, Fernando Pinto de Sousa foi acompanhado por José Sócrates que permaneceu à cabeceira do pai até ao seu último suspiro, tendo sido o ex-governante, inclusive, a tratar de todos os pormenores referentes ao funeral que decorreu esta terça-feira em Vilar da Maçada, concelho de Alijó.


Às centenas de populares da vila que fizeram questão de prestar uma última homenagem ao arquiteto falecido juntaram-se alguns ex-ministros dos dois governos de José Sócrates, como
Pedro Silva Pereira
,
António Mendonça
,
Vieira da Silva
,
Manuel Pinho
,
Correia de Campos
, e os ex-secretários de Estado
Paulo Campos
,
Manuel Pizarro
e
Pedro Marques
.


Sereno, mas visivelmente abatido, o ex-governante recebeu de todos os amigos um abraço retribuindo com um sorriso. À hora marcada para o início da missa, a mãe de José Sócrates, Maria Adelaide de Carvalho Monteiro, a ex-mulher, Sofia Fava, e os filhos, José Miguel e Eduardo, de 18 e 16 anos, juntaram-se ao ex-primeiro- ministro no interior da Igreja onde decorreu a missa de corpo presente. Recorde-se que os pais de José Sócrates se separaram poucos anos depois do nascimento dos irmãos mais novos do político,
António
e
Ana Maria
, que faleceu em 1988 com um aneurisma. No entanto, o irmão de José Sócrates não pôde estar presente no último adeus ao pai. Internado numa unidade hospital de Lisboa, António Sousa espera por um novo transplante aos pulmões, depois das complicações ocorridas com o transplante feito em julho de 2008, no Hospital Universitário Juan Canalejo, em Espanha. Em sua representação esteve a sua filha, Ana Maria.


A caminho do cemitério, a atual mulher de Fernando Pinto de Sousa,
Maria José
, com quem estava na casa em Vilar da Maçada, terra natal de José Sócrates, apoiou-se no neto mais velho,
José Miguel
, e no ex-governante, mostrando a boa relação familiar.


De viagem marcada para Paris, onde pretende estudar, durante um ano, Filosofia, José Sócrates leva na memória os bons momentos vividos com o pai com quem cresceu e com quem contatou, pela primeira vez, com o mundo da política.


Recorde-se que Fernando Pinto de Sousa foi co-fundador do PSD na Covilhã e vereador eleito por aquele partido à Câmara local nas Eleições Autárquicas de 1985. Em Janeiro de 1986 foi nomeado vice-presidente da autarquia, exercendo essas funções até 15 de Janeiro de 1990. Paralelamente, Fernando Pinto de Sousa foi professor do Liceu da Covilhã e, enquanto arquiteto, foi responsável pela colocação da estátua em granito de homenagem a Pêro da Covilhã, localizada na Praça do Município daquela cidade.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras