Nas Bancas

Acidente de Angélico foi causado pelo rebentamento de pneu

Segundo fonte da GNR, o cantor e mais dois dos três ocupantes foram projetados, indicando que não levavam cinto de segurança.

Pedro Amante
25 de junho de 2011, 17:23

O acidente que feriu gravemente Angélico Vieira foi causado pelo rebentamento do pneu esquerdo da frente do automóvel conduzido pelo cantor, afirmou à agência Lusa fonte da GNR.

Segundo o oficial de serviço ao Comando Operacional da GNR, tenente-coronel Rui Barreiros, o acidente provocou a morte de um dos ocupantes, ferimentos graves em dois e ferimentos ligeiros no outro, o único que teria cinto de segurança. "O carro bateu no separador lateral e o condutor, Angélico, e outro dois ocupantes foram projectados, pelo que, em princípio, não teriam cinto de segurança", afirmou Rui Barreiros, acrescentando que a vítima mortal foi atingida por um outro automóvel que seguia atrás.

O único ocupante que não foi projetado era um homem que seguia ao lado do condutor e teve ferimentos ligeiros, referiu o responsável da GNR.
Atrás, seguiam outro homem, que foi atropelado mortalmente, e uma mulher, que sofreu ferimentos graves, tendo todos os feridos sido transportados inicialmente para o Hospital de Santa Maria da Feira, acrescentou Rui Barreiros.

O carro conduzido por Angélico Vieira ficou totalmente destruído
O carro conduzido por Angélico Vieira ficou totalmente destruído
Foto gentilmente cedida por Correio da Manhã

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras