Nas Bancas

Serafim Ribeirinho Soares

Serafim Ribeirinho Soares

Joaquim Norte de Sousa

A escolha de... Serafim Ribeirinho Soares

O cirurgião plástico, de 58 anos, herdou do pai a paixão por automóveis. Um desporto que pede tanta concentração quanto a que lhe é exigida no exercício da sua profissão.

Joana Carreira
5 de junho de 2011, 19:51

Consciente da importância do desporto na sua vida, Serafim Ribeirinho Soares cedo começou a praticar equitação, mais tarde karaté, e hoje em dia não dispensa uma hora diária de preparação física. Quando tem tempo livre, gosta de entrar em competições automóveis, uma paixão que herdou do pai. "Há uma comparação perfeita entre ser cirurgião e piloto: quando estou a disputar uma prova, tenho de estar super concentrado, não posso pensar em mais nada, e estou sempre a tentar superar-me. Quando estou a fazer cirurgia passa-se o mesmo", explica o cirurgião plástico, que comemora este ano 30 anos de carreira. Uma data especial que certamente fará questão de festejar com a família: a mulher, Alexandra, a filha, Alexandra, que nasceu em setembro do ano passado, e os dois filhos do seu anterior casamento, João, de 24 anos, e Luís, de 17.

O Museu
Museu de motas

O museu de motas do meu amigo José Artur Campos Costa, um dos melhores do mundo. Fascina-me não só pela excelente e incrível coleção de motas que apresenta, como pelo facto de ser um museu particular, criado com muita paixão, dedicação e esforço. Para mais, está enquadrado num belíssimo edifício no Norte do país.

O filme
"A Grande Paródia"
Assisti a esta comédia francesa de Louis de Funès, que hoje é um clássico, quando era criança, mas ainda hoje me lembro do quanto me ri a vê-la. Acho mesmo que foi o filme que mais me divertiu até à data. O Livro"Gray's Anatomy"Foi o livro que mais desafio me trouxe, e serviu de guia para toda a minha vida profissional como cirurgião plástico. Uma referência obrigatória para qualquer estudante de Medicina. A sua leitura é um tão grande desafio que pode provocar vontade de desistir, mas ultrapassada a primeira barreira, acabamos por ser absorvidos e consumimo-lo vorazmente.

O Restaurante
DOP e Visconde da Luz
No Porto, a minha escolha recai no DOP. Em Lisboa, come-se bem em tantos lugares... mas adoro o Visconde da Luz, em Cascais, tem um marisco e peixe da melhor qualidade.

O Espetáculo
Grande Prémio de F1 no Mónaco
É um dos mais fantásticos espetáculos ao vivo. É uma festa, um acontecimento que dura quatro dias, com muita adrenalina, gente bonita, um enquadramento geográfico magnífico, um cenário cheio de charme... e os carros da Fórmula 1 são uma emoção para qualquer aficionado de corridas de automóveis como eu.

A Viagem
Extremo Oriente
Aconteceu há uns bons anos e só tenho uma palavra para descrever esta viagem ao Extremo Oriente com passagem por Moscovo... o máximo!

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras