Nas Bancas

Conrad Murray

Conrad Murray

Getty Images

Julgamento do médico de Michael Jackson foi adiado

Conrad Murray, acusado de homicídio involuntário do rei da 'pop', tem até setembro para planear a sua defesa.

Joana Carreira
3 de maio de 2011, 16:35
Conrad Murray
, o médico acusado do homicídio involuntário de
Michael Jackson
, terá até setembro para planear a sua defesa com a equipa de advogados, já que o juiz responsável pelo caso,
Michael Pastor
, aprovou o adiamento do julgamento para o próximo mês de setembro. A próxima audiência estava prevista para dia 9 de maio, mas os advogados de Murray conseguiram adiá-la para depois do verão, alegando falta de tempo para a preparação da defesa. Na semana passada, o Ministério Público afirmou que poderia chamar outro médico para testemunhar e refutar a tese da defesa do médico, que poderá ser a de que o intérprete de
Thriller
autoadministrou a dose de propofol, que ditou a sua morte.


Recorde-se que Conrad Morray se declarou inocente do homicídio involuntário do rei da
pop
, que morreu na sequência de uma dose excessiva de propofol, em junho de 2009.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras