Nas Bancas

Raquel e Carlos Cruz

Raquel e Carlos Cruz

Mike Sergeant

Raquel e Carlos Cruz: "Decidimos, por comum acordo, a separação"

Casados há onze anos, o ex-apresentador de televisão e a modelo não terão conseguido lidar com a pressão que o processo Casa Pia exerceu sobre a relação e acabam de anunciar, num comunicado conjunto, que vão divorciar-se.

Joana Carreira
13 de março de 2011, 11:35

O casamento de Carlos e Raquel Cruz chegou ao fim. Após onze anos de união, o casal anuncia publicamente, e através de um comunicado assinado pelos dois, a separação, que estará diretamente ligada ao desgaste sofrido com o desenrolar do processo Casa Pia. "A fim de evitar especulações, que já começaram, e, sobretudo, salvaguardar o superior interesse da nossa filha Mariana, vimos, por este meio, participar que decidimos, por comum acordo, a nossa separação de facto, deixando de viver juntos e dando, por mútuo acordo, início à tramitação legal subsequente, com vista ao nosso divórcio", afirmam no comunicado.

Carlos e Raquel casaram-se em agosto de 2001, numa cerimónia budista na Tailândia, que a CARAS acompanhou. Meses depois nasceu Mariana, a única filha que têm em comum, e que tem hoje nove anos. Contudo, a felicidade do casal seria interrompida em fevereiro de 2003, quando Carlos Cruz, de 68 anos, foi detido, com base nas investigações do processo Casa Pia, passando quinze meses em prisão preventiva. Tudo isto quando era ainda recém-casado com Raquel e Mariana não tinha sequer começado a falar. Desde então, Raquel, de 37 anos, tem estado incondicionalmente ao lado do marido na luta por provar a sua inocência.

"Temos atravessado um longo, conturbado e difícil processo de vida, na sequência de falsidades - torpes e intoleráveis - que o chamado processo Casa Pia gerou, quer a nível judiciário quer mediático. Esta nossa separação diz respeito à nossa vida privada e esperamos que tal facto seja respeitado, não tanto por nós, mas, sobretudo, por causa da nossa filha Mariana. Mantemo-nos unidos na nossa profunda amizade, no nosso profundo respeito recíproco e numa luta comum para que naquele tormentoso e kafkiano processo Casa Pia a verdade vença a mentira e a inocência de Carlos Cruz seja plenamente reconhecida", lê-se ainda no referido comunicado.

Raquel já estará a viver com a filha num apartamento próximo da casa onde moravam, em Cascais, respeitando assim a vontade de Mariana, que quer ficar próxima dos amigos, ficando também perto do pai.

*Este texto foi escrito nos termos do novo acordo ortográfico.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras