Nas Bancas

Odília Pereirinha ao lado do filho em tribunal

A mãe de Renato Seabra esteve hoje no Supremo Tribunal de Nova Iorque.

Andreia Guerreiro
4 de março de 2011, 17:01
A viver em Nova Iorque para estar mais perto do filho, acusado do homicídio de
Carlos Castro
,
Odília Pereirinha
esteve hoje no Supremo Tribunal de Nova Iorque. A enfermeira chegou acompanhada por
Dulce
, uma amiga que a tem ajudado desde que Renato Seabra foi preso, e recusou-se a prestar declarações aos jornalistas.



Odília Pereirinha ao lado do filho em tribunal
AP
Recorde-se que
David Touger
, advogado de Renato Seabra, apresentou hoje no Supremo Tribunal de Nova Iorque um requerimento para anular a confissão do homicídio de Carlos Castro. A estratégia de David Touger passa justamente por alegar insanidade mental do seu cliente no momento em que confessou o crime à polícia.


Hoje o advogado recebeu uma série de documentos da acusação e terá a oportunidade de contra-argumentar na próxima sessão, a 8 de abril, e será depois marcada nova audiência para que o juiz decida se a confissão pode ou não ser anulada.


Renato Seabra, que se manteve em silêncio durante os três minutos de audiência, estava algemado de pés e mãos e usava o uniforme da ala prisional do Bellevue Hospital, onde se encontra internado desde o dia do homicídio, 7 de janeiro.


*Este texto foi escrito nos termos do novo acordo ortográfico.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras