Nas Bancas

Susana Camelo: "Para conciliar vida profissional e familiar é preciso 'descomplicar'"

Aos 36 anos, a decoradora tem nos filhos o pilar emocional, crucial para o seu sucesso profissional.

Joana Carreira
27 de fevereiro de 2011, 18:35

Serena e elegante são dois dos adjetivos que podemos aplicar a Susana Camelo. Aos 36 anos, a decoradora e empresária tem vindo a conquistar um lugar de destaque. Um ano depois de ter sido convidada a participar na con-ceituada feira parisiense Maison & Objet, prepara-se para editar um livro. A decoradora recebeu-nos numa das casas que têm a sua assinatura, na zona nobre do Porto, e falou-nos dos projetos profissionais, assim como da sua vida pessoal. Dona de um sorriso verdadeiro, está divorciada há dois anos mas mostra-se disponível para o amor. Enquanto isso, tem nos filhos, Mariana, de 14 anos, e Salvador, de oito, a sua prioridade.

- Participar na conceituada Maison & Objet deu-lhe mais visibilidade internacional?
Susana Camelo - Paris é uma das mais importantes plataformas de visibilidade para a apresentação de projetos de interiores, daí a im-portância deste convite. Concebi uma suíte de hotel de luxo cosmopolita, com 80m², onde procurei conciliar vetores tão essenciais como a criatividade, o bom gosto, o conforto e a funcionalidade. Foi um privilégio e muito gratificante ver o meu trabalho reconhecido internacionalmente desta forma.

- Prepara-se para editar um livro. De que se trata?
- Intitula-se Emotions by Susana Camelo, e transpõe a fronteira da publicação convencional. Pretendo materializar as emoções, as formas, os detalhes e as texturas que deram origem a 15 projetos de referência, sejam habitação ou hotelaria.

Susana Camelo
Susana Camelo
Joaquim Norte de Sousa
- Como surgiu a ideia?

- Surgiu de uma análise cuidada ao que o mercado livreiro oferece nesta área específica. Existem livros de programas de arquitetura e livros de interiores. No meu, pretendo conciliar todas as áreas, desde o esquiço ao planeamento, passando pela planta até à concretização final. Destina-se a um público profissional, onde se incluem arquitetos, decoradores e
designers
de interiores, e a todos aqueles que apreciam a arte de sentir e viver os espaços. Já fui mãe, profissionalmente faço o que gosto e sinto-me recompensada pelo meu trabalho, faltava-me deixar um testemunho de obra feita para os meus descendentes e para os apreciadores da área.


- É o sucesso que a ajuda a manter-se jovem? Quais os segredos para tal jovialidade?

- O segredo é andar sempre a correr de um lado para o outro a trabalhar e a cuidar dos meus filhos. Fazer o que gosto também ajuda, e, claro, uns tratamentos no SPA sempre que posso.


- Separou-se há dois anos. Como se sente hoje?

- Sinto-me bem. Estou serena e agradecida pelo que a vida me dá todos os dias. Não me sinto nem mais forte, nem mais frágil, só mais experiente. A minha relação durou cerca de 11 anos e fui muito feliz. Todavia, a certa altura os nossos caminhos deixaram de convergir. Não se pode ficar indiferente a uma partilha de vida. Considero que devemos retirar lições de todas as experiências com as quais nos vamos deparando ao longo da vida, sejam positivas ou negativas


Susana Camelo
Susana Camelo
Joaquim Norte de Sousa
-
Contou por certo com o apoio da Mariana e do Salvador...

- Não consigo imaginar a minha vida sem a companhia dos meus filhos. São o meu maior projeto de vida!


- Entretanto, já reencontrou o amor?

- Ainda não encontrei o meu príncipe no cavalo branco. [risos]


- Mas está disponível para voltar a apaixonar-se?

- Claro que sim!


- Enquanto isso não acontece, divide-se entre o trabalho e os seus filhos...

- Ser uma boa mãe é a minha prioridade. Saber conciliar a vida profissional e a vida pessoal é uma tarefa que exige um exercício físico e mental árduo. É preciso conciliar os interesses de todos, gerir prioridades e 'descomplicar'. Duas vezes por ano fazemos férias os três, dou mimo aos meus filhos, carrego baterias e procuro inspiração para os meus projetos.


*Este texto foi escrito nos termos do novo acordo ortográfico.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras