Nas Bancas

Madonna criticada pelo governo do Malawi

A cantora decidiu parar o projeto da construção de uma escola de raparigas sem avisar as autoridades do país.

Joana Carreira
2 de fevereiro de 2011, 14:27

Quase um ano e meio depois de Madonna ter anunciado que a sua organização humanitária, Raising Malawi, investiria mais de 11 milhões de euros na construção de uma escola para raparigas no Malawi, não há qualquer rasto do edifício, tendo mesmo a cantora decidido parar o projeto. A informação foi dada na página web da fundação Raising Malawi, onde a 'rainha da pop', de 52 anos, anunciou que já não iria construir apenas uma escola, mas sim muitas outras por todo o país, para que um maior número de estudantes tenha acesso à educação.

A notícia não foi bem recebida pelo Ministro da Educação do Malawi, Peter Mutharika, que criticou a mudança de planos da intérprete sem consultar previamente o governo. "Gostaríamos de saber o porquê da mudança de planos. Não sei quantas escolas vai construir, onde, nem durante quanto tempo. Até falarmos com ela não podemos dizer muito mais", afirmou ao jornal The Guardian.

A única explicação de Madonna foi dada na sua página web. "Dei-me conta que, num país onde só 33% das raparigas vão à escola primária, os meus planos iniciais não teriam grande impacto. A minha visão está agora numa escala mais abrangente. Quero chegar a milhares de raparigas", esclareceu a intérprete de Like a Virgin.

Madonna com a filha Mercy James, adotada no Malawi
Madonna com a filha Mercy James, adotada no Malawi
Reuters
Quem também ficou descontente com a decisão da cantora foi a população de Chinnkhota, local onde iria ser construída a escola e onde já tinha sido inaugurado o projeto. Na altura, alguns habitantes tiveram que sair dos terrenos para dar lugar à nova escola e reclamam agora que lhes seja devolvida a terra.


Recorde-se que Madonna viajou pela primeira vez ao Malawi em 2006, onde encontrou um país devastado pela miséria e, comovida com a situação, decidiu adotar duas crianças,
David Banda
, de quatro anos, e
Mercy James
, de três.


*Este texto foi escrito nos termos do novo acordo ortográfico.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras