Nas Bancas

users_0_10_carlos-silvino-e5ea.jpg

SIC

Carlos Silvino diz que mentiu em tribunal e que não conhecia os outros arguidos do processo Casa Pia

'Bibi', o principal arguido do processo, afirma em entrevista à revista Focus que falou sob efeito de medicação e que nunca levou nenhum rapaz aos outros arguidos. A entrevista foi concedida ao jornalista Carlos Tomás, que foi co-autor de um livro de Marluce, ex-mulher de Carlos Cruz. Veja o vídeo.

Pedro Amante
26 de janeiro de 2011, 00:03

Carlos Silvino garante ter mentido em tribunal e desmente tudo o que disse à Polícia Judiciária e ao Ministério Público, afirmando ainda que todas as acusações foram feitas por estar sob efeito de medicação e por ter pena dos rapazes. A notícia foi avançada pela SIC no Jornal da Noite, onde foram mostrados excertos de uma entrevista que Bibi deu ao jornalista Carlos Tomás e que está publicada na revista Focus. Carlos Tomás foi co-autor, em 2004, de um livro de Marluce (Carlos Cruz - As Grades do Sofrimento), ex-mulher de Carlos Cruz, condenado neste processo a sete anos de prisão efetiva.

Ricardo Sá Fernandes, advogado de defesa de Carlos Cruz, já anunciou que vai requerer a audição de Carlos Silvino na fase de recurso do processo Casa Pia, na sequência desta entrevista. Contactado pela agência Lusa, o advogado de defesa de Carlos Cruz considera que as declarações de Silvino, condenado a 18 anos de prisão no âmbito do processo Casa Pia, são "um facto novo" e, portanto, pretende juntar a entrevista ao processo, agora em fase de recurso no Tribunal da Relação de Lisboa.

Também Paulo Sá e Cunha, advogado de Manuel Abrantes, condenado a cinco anos e nove meses de prisão efetiva, considera as declarações "supreendentes".

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras