Nas Bancas

Renato Seabra

Renato Seabra

Pedro Jorge Melo

Petição pública pede extradição de Renato Seabra

Cerca de duas mil pessoas já assinaram a petição 'online', a pedir a extradição do jovem para Portugal caso este seja condenado pela morte de Carlos Castro.

Andreia Guerreiro
21 de janeiro de 2011, 16:19

Passaram duas semanas desde que Carlos Castro foi encontrado morto num hotel de Nova Iorque e que o principal suspeito do crime, Renato Seabra, foi detido pelas autoridades norte-americanas. E enquanto o jovem modelo aguarda para saber qual a pena que lhe será aplicada, - que pode ir de 25 anos e prisão perpétua, uma vez que é, para já, acusado de homicídio em segundo grau -, em Portugal começaram alguns movimentos de apoio.

Esta manhã eram cerca de duas mil as pessoas que assinaram a petição pública online a pedir a extradição de Renato Seabra para Portugal caso este seja efetivamente condenado pelo homicídio do cronista social.

A família, que está a pensar criar uma conta solidária para recolher fundos para pagar as despesas de defesa do jovem, disse ao Público que não sabe de quem partiu esta iniciativa. "Esta petição foi criada por quem pretende estender a mão a quem dela necessita. Não foi criada pela família Ajude hoje para ser ajudado amanhã. Ajude-nos a divulgar a Petição. Agradecemos que envie um email rápido aos seus amigos a informar da existência desta Petição online", pode ler-se numa página do Facebook de apoio a Renato Seabra.

*Este texto foi escrito nos termos do novo acordo ortográfico.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras