Nas Bancas

VÍDEO: Roberta Medina recusa ser modelo... apenas por um dia

A empresária aceitou fazer uma produção de moda para a CARAS e, numa entrevista intimista, falou da relação com Ricardo Acto.

Pedro Amante
19 de janeiro de 2011, 18:33

A CARAS convidou e Roberta Medina aceitou ser modelo por um dia. Apesar de não estar habituada ao registo, a empresária deu o seu melhor e cimentou ainda mais a sua posição enquanto modelo de beleza, elegância e postura para muitas mulheres. Pelo meio, revelou-nos alguns sonhos de infância, falou de objetivos esquecidos e de outros que ainda espera alcançar. E ainda falou de amor e da relação que mantém há cerca de seis meses com Ricardo Acto.

- Sei que não gosta muito de falar nisso, mas vê-se que está muito apaixonada...
Roberta Medina - Na verdade, não me importo, só não falo quando não há assunto e não gosto quando inventam coisas sobre mim. Namoro há seis meses com o Ricardo e esta relação veio trazer a confirmação daquela coisa que sabemos que existe, mas que estamos sempre à espera que aconteça... porque tudo com ele é muito fácil. Eu não namoro à toa, porque uma relação dá trabalho, é uma construção constante, e tem que se lhe dedicar tempo. Não namoro só para ter companhia. Para isso, prefiro estar sozinha, o que adoro. Mas com o Ricardo é diferente. Ele é muito parecido comigo, em termos de educação, valores, gostos, e isso torna tudo muito mais fácil e bom.

- E é fácil para o Ricardo aceitar o seu estilo de vida, sempre ocupada e a viajar de um lado para o outro?
- Hoje em dia já consigo ter mais tempo para mim. Tomei uma decisão no ano passado -quando refletia entre morar no Brasil ou em Portugal -, de ter a minha casa, o meu espaço, o meu tempo. E ele entra nesses momentos. Apesar da loucura da minha vida, sempre que estou em Lisboa, onde tenho a minha casa, tudo é mais calmo, e consigo ter tempo para a minha vida pessoal.

- Sente que chegou a altura de acalmar o ritmo profissional e dedicar mais tempo a si própria, a constituir uma família, por exemplo?
- Isso é um pouco cedo! [risos] Isso acontece naturalmente, não digo que sim nem que não. Não tenho nenhuma intenção ou sonho de ser noiva ou de me casar, o Ricardo já é parte da minha família, não precisa de se tornar meu marido para passar a ser oficial.

- E tudo começou... no Rock in Rio.
- Trabalhamos juntos há algum tempo e temos uma grande admiração um pelo outro. Mas na verdade nunca pensámos sequer em estar juntos. O Ricardo tinha uma relação muito estável antes, eu também estava noutras relações sem história nenhuma, e nunca imaginámos. Acho que o que aconteceu foi que, depois do acidente que tive, e que me fez passar muito tempo em casa, tive a oportunidade de falar com as pessoas mais do que apenas de trabalho. Isso deu-nos a oportunidade de nos conhecermos melhor.

- Como foi fazer esta produção, num registo bem diferente daquele a que está habituada?
- Desde o convite da Activa para fazer uma produção de moda, passei a gostar bastante da ideia. O registo mais difícil para mim é quando me pedem para fazer fotos que pretendem mostrar-me com propostas de roupas e cenários com os quais não me identifico. Mas é divertido e sinto-me bastante confortável em viver uma personagem que está ali à disposição apenas para expor roupas e acessórios.

- Sendo a sua ocupação principal a de empresária, sente-se de alguma forma orgulhosa por ser convidada para este género de produções?
- Claro! E agradeço aos meus pais pelo trabalho reconhecido. [risos] Penso que qualquer mulher se sente bem ao ser produzida por uma equipa de profissionais para servir de referência a outras tantas pessoas. Mas o meu desejo verdadeiro é poder servir de referência, acima de tudo, por atitudes comprometidas, positivas e construtivas para uma sociedade mais harmoniosa.

- Acredita que pela sua postura, forma de estar e beleza pode ser um ícone ou um exemplo para as mulheres em geral?
- Agradeço o elogio e repasso-o aos meus pais. [risos] Mas sim, penso que a beleza é uma ferramenta poderosa para cativar e comunicar com as pessoas, não só com as mulheres, mas com toda a sociedade. Mas para servir de exemplo é fundamental que venha acompanhada de conteúdo autêntico e consistente. Tento ser assim, procuro ser fiel às minhas crenças, que são, acima de tudo, respeito e dedicação ao outro e ao todo. Se eu for capaz de usar a beleza física para passar essa mensagem e servir de estímulo para que outras pessoas ajam da mesma forma, será um presente para mim mesma!

- Habitualmente, segue as tendências da moda, ou prefere vestir algo confortável, sem olhar muito a estilos e conceitos?
- Não sigo muito a moda, mas adoro acompanhar o desenrolar das tendências, observar a forma de comportamento e evolução do mercado. A moda dita muito mais coisas que apenas roupas, e isso é extremamente aliciante. Sempre fui um pouco camaleónica a vestir-me, cada dia um estilo diferente, às vezes mais betinha, às vezes pop, às vezes quase criança, [risos] e é assim que gosto de ser, gosto de me adaptar às situações, respeitando o espírito do dia e da alma.

- Alguma vez sonhou ser modelo ou pensou em enveredar por uma carreira na moda, sobretudo quando era mais nova?
- Pensar a sério, não, mas participei em desfiles e fotografei para catálogos de uma loja de roupas infantis quando tinha cerca de nove anos. [risos] Adoraria, mas não tenho nem corpo nem altura para ser modelo! [risos]

- Que sonhos tinha em criança?
- Daquilo que me lembro, sempre quis mudar o mundo, torná-lo melhor e mais harmonioso... também sonhava em construir uma fábrica de chocolate para as crianças brincarem aprendendo... essa cheguei até a desenhá-la. [risos]

- Entretanto, começou já a preparar o RIR Brasil, o que exige viagens constantes ao Brasil e menos tempo livre...
- Os últimos dois meses foram mais intensos (uma semana de cada lado), porque estava comprometida com os Ídolos e, ao mesmo tempo com a implantação do Rock in Rio no Brasil, especialmente com as conferências e relacionamento com a imprensa e com o Projecto Social, mas a partir de agora acabam os Ídolos e acalmam as idas e vindas.

*Este texto foi escrito nos termos do novo acordo ortográfico.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras