Nas Bancas

Lançamento das cinzas de Carlos Castro em Nova Iorque foi ilegal

O porta-voz da Câmara de Nova Iorque garantiu que não deu autorização à família do cronista social para depositar parte das suas cinzas em Times Square.

Andreia Guerreiro
18 de janeiro de 2011, 17:56

Quando viajaram Nova Iorque para tratar das cerimónias fúnebres de Carlos Castro nos Estados Unidos, entre outras pequenas homenagens, os seus familiares quiseram cumprir um dos seus desejos: depositar as suas cinzas em plena Broadway.

No passado sábado, 8 de janeiro, as irmãs do cronista social, Maria Amélia Castro e Fernanda Gomes, acompanhadas pelo amigo Cláudio Montez, conseguiram cumprir essa vontade, depositando parte das suas num respiradouro do metro em plena Times Square .

Irmãs de Carlos Castro acompanhadas por Cláudio Montez
Irmãs de Carlos Castro acompanhadas por Cláudio Montez
Rodrigo Freixo
Contudo, e apesar de Cláudio Montez ter garantido que tinham autorização para o fazer, os nova-iorquinos mostraram-se indignados com esta atitude e a Câmara de Nova Iorque já fez saber que a cerimónia foi ilegal.
"Não lhes demos permissão"
, garantiu um porta-voz do presidente
Michael Bloomberg
ao jornal
New York Post
, que tem acompanhado todos os desenvolvimentos do caso. A publicação adianta que as cinzas só poderiam ser lançadas mediante autorização escrita, o que não terá acontecido.


Comentários e expressões usadas pelos leitores nos sites do New York Daily News e do New York Post:


"Isto tem de ser ilegal! Sobretudo se se trata de uma respiração do metro."

"É uma falta de respeito para com as pessoas que inalam as cinzas de uma outra pessoa."

"Parece-me um ato hostil."

"Contaminação ambiental."

"Despejo ilegal de restos humanos."



*Este texto foi escrito nos termos do novo acordo ortográfico.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras