Nas Bancas

Mãe de Renato Seabra já voltou a Portugal

A mãe do jovem acusado do homicídio de Carlos Castro chegou a Lisboa esta segunda-feira de manhã.

Andreia Guerreiro
17 de janeiro de 2011, 13:59

Odília Pereirinha regressou a Portugal esta manhã, depois de uma semana em Nova Iorque para dar apoio ao filho, Renato Seabra, acusado do homicídio de Carlos Castro. A mãe do jovem modelo viajou no mesmo avião que Cláudio Montez, o amigo que acompanhou Maria Amélia Castro e Fernanda Gomes, irmãs do cronista, aos Estados Unidos para tratar das cerimónias fúnebres.

Quando se apercebeu da presença das irmãs de Carlos Castro no aeroporto, Odília Pereirinha terá comentado com os amigos - que residem em Newark e que a acompanharam durante a sua estadia nos Estados Unidos -, que talvez devesse falar com os familiares do cronista social, mas foi desaconselhada a fazê-lo.

Reprodução da imagem de Renato Seabra durante a audiência
Reprodução da imagem de Renato Seabra durante a audiência
Reuters
Á chegada ao Aeroporto da Portela, em Lisboa, de onde saiu já acompanhada pela advogada do filho em Portugal,
Paula Fernandes
, Odília Pereirinha não quis prestar declarações aos jornalistas.


Já Cláudio Montez esclareceu que não houve qualquer contacto com a mãe do manequim apesar de terem viajado no mesmo voo.


Novos desenvolvimentos deste caso serão conhecidos a 1 de fevereiro, data em que está agendada nova audição para Renato Seabra.
David Touger
, o advogado contratado pela família do jovem nos Estados Unidos, está a preparar a sua defesa e, segundo a imprensa, a estratégia passa por
"humanizar ao máximo a história de Renato"
, pelo que a mãe deverá ser um elemento fundamental neste processo.


*Este texto foi escrito nos termos do novo acordo ortográfico.


Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras