Nas Bancas

Alireza Pahlavi com a mãe, Farah Pahlavi

Alireza Pahlavi com a mãe, Farah Pahlavi

Reuters

Filho do último xá do Irão suicidou-se

Alireza Pahlavi suicidou-se na passada terça-feira, 4 de janeiro, com um tiro na cabeça.

Andreia Guerreiro
6 de janeiro de 2011, 12:20

Alireza Pahlavi, filho do último xá do Irão, Reza Pahlavi, suicidou-se com um tiro na cabeça na terça-feira, 4 de janeiro, em Boston, nos Estados Unidos. Aos 44 anos, Alireza Pahlavi não terá conseguido lidar com os conflitos que o seu país atravessa e decidiu por fim à sua vida, tal como fez a irmã, Leila, que em 2001 morreu de overdose de barbitúricos e cocaína.

"Tal como milhões de jovens iranianos, sobre ele pesavam todos os males da amada pátria, além da perda do pai e da irmã. Apesar de ter lutado durante vários anos para superar a sua dor, acabou por desistir na noite de 4 de janeiro de 2011, na sua residência em Boston, onde se matou, deixando familiares e amigos numa profunda dor", explica a família em comunicado.

"A sua depressão cresceu ao longo do tempo: a partida do Irão, a morte do pai e a da irmã, de quem era muito próximo", afirmou também Nazie Eftekhari, amigo próximo da família citado pelo The Guardian.

Alireza Pahlavi vivia nos Estados Unidos desde a revolução iraniana que depôs o pai, em 1979, altura em que a sua família foi expulsa do país. A família passou depois pelo Egito e Marrocos, acabando depois por se ficar nos Estados Unidos, onde a sua presença começou a ser mais aceite em 1980, depois da morte do xá Reza Pahlavi.

*Este texto foi escrito nos termos do novo acordo ortográfico.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras