Nas Bancas

Morreu Carlos Pinto Coelho

O jornalista morreu esta noite, aos 66 anos, na sequência de uma intervenção cirúrgica ao coração.

Pedro Amante
15 de dezembro de 2010, 23:30

O jornalista Carlos Pinto Coelho morreu esta noite, aos 66 anos, na sequência de uma intervenção cirúrgica à aorta, confirmou à agência Lusa o diretor da RTP2, estação à qual esteve ligado durante décadas.
Informado por familiares de Carlos Pinto Coelho, Jorge Wemans confirmou a morte do jornalista, internado de urgência.O director da RTP2 saudou a "enorme generosidade" de Carlos Pinto Coelho com a cultura e os autores, enaltecendo "o seu papel na divulgação da atividade cultural".
Uma fonte hospitalar adiantou à Lusa que o jornalista deu hoje entrada de urgência no Hospital de São José, em Lisboa, tendo sido transferido para o Hospital de Santa Marta.
Foi submetido a uma intervenção cirúrgica ao coração, mas acabou por falecer devido a uma complicação aguda.

Carlos Pinto Coelho com a mulher, Clara Alvarez, no lançamento do seu livro A Meu Ver, em 2006
Carlos Pinto Coelho com a mulher, Clara Alvarez, no lançamento do seu livro A Meu Ver, em 2006
Victor Freitas

Carlos Pinto Coelho nasceu em Lisboa, em 1944. Viveu 18 anos em Moçambique, regressando a Portugal para estudar Direito na Universidade de Lisboa. Ainda antes de terminar o curso, começou a trabalhar como jornalista no Diário de Notícias, em 1968.

Uma das caras mais emblemáticas da RTP, desempenhou várias funções na estação pública, de chefe de redação a diretor de programas. Apresentou o 'Telejornal', mas foi com o magazine diário 'Acontece', que conduziu durante dez anos, que Carlos Pinto Coelho se tornou mais conhecido. Passou também pela rádio e deu aulas de jornalismo.

Publicou também vários livros: 'A Meu Ver' (1992), 'De Tanto Olhar' (2002) e 'Assim Acontece - 30 Entrevistas Sobre Tudo... E o Resto' (2007).

Em 2000 foi agraciado com a Ordem do Infante D. Henrique.


*Este texto foi escrito nos termos do novo acordo ortográfico.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras