Nas Bancas

Isabel Figueira confidencia: "O Pedro trouxe muitas coisas boas à minha vida"

Juntos há um ano e quatro meses, a apresentadora e o ator ainda não pensam em ter filhos.

Andreia Guerreiro
13 de dezembro de 2010, 15:35

A apresentadora, manequim e atriz Isabel Figueira, de 30 anos, e o ator e modelo Pedro Barroso, de 24, fazem um balanço da sua relação, que tem quase um ano e meio. Conversámos com os dois durante o making of de uma campanha de comunicação na qual dão a cara pela Clínica in ibérico nogueira e os seus tratamentos estéticos.

- É bom trabalharem juntos?
Pedro Barroso
- É saboroso. Já fizemos várias coisas juntos, como por exemplo desfilar. A cumplicidade existe e acaba por ser muito bom trabalharmos juntos.
Isabel Figueira - Trabalhar com o Pedro é maravilhoso. Temos feito algumas apresentações juntos, mas nessas ocasiões ele não é o meu namorado e a minha maior preocupação é o trabalho. Mas claro que temos uma cumplicidade diferente. E ao trabalharmos os dois, estamos juntos. Quando as pessoas se dão bem, é maravilhoso trabalhar com quem se ama. E é bom, porque percebemos que as pessoas gostam de nós enquanto casal.

Isabel Figueira e Pedro Barroso
Isabel Figueira e Pedro Barroso
Catarina Larcher
- Estão juntos há um ano e quatro meses. O que é que trouxeram, ou acrescentaram, à vida um do outro?
Pedro
- É muito bom poder ter a Isabel na minha vida. Cresci como pessoa e como homem. Ela deu-me tudo aquilo que eu não tinha e que procurava. Desta vez assentei e encontrei a mulher certa para estar ao meu lado.

Isabel
- O Pedro trouxe muitas coisas boas à minha vida... Nem sei explicar... Acima de tudo, ele é o meu melhor amigo, ajuda-me a crescer e a amadurecer. É um companheiro maravilhoso. Neste quase ano e meio, vivi com o Pedro aquilo que nunca tinha vivido com ninguém. Ele deu-me as maiores alegrias da minha vida, fez-me as melhores surpresas, deu-me os melhores mimos, a mim e a quem está perto de mim, e isso é absolutamente maravilhoso. Sinto uma coisa completamente nova, boa e que já merecia.


- O Pedro disse que encontrou a mulher que quer ter ao seu lado. Acreditam, então, que este relacionamento é para a vida?
Pedro
- Sempre acreditei no amor para a vida toda. Sou poético e romântico e acredito que as pessoas se encontram e conseguem construir algo juntas.

Isabel
- Confio nesta relação, mas vou continuar a guardá-la para mim. O Pedro é romântico por natureza, eu sou mais fechada, gosto de guardar para mim as coisas que amo. Também sou assim com o meu filho [
Rodrigo
, de quatro anos]. Vivo com medo que lhes aconteça alguma coisa. Sou muito protetora. Se algum dia terminarmos, pois a vida pode levar-nos por caminhos diferentes, tenho a certeza de que o Pedro vai continuar a ser o meu melhor amigo.


Isabel Figueira e Pedro Barroso
Isabel Figueira e Pedro Barroso
Catarina Larcher
- Já faz sentido falar em casamento ou em filhos em comum?
Pedro
- Tudo o que vivi até agora faz sentido e o que tiver de acontecer no futuro, será. O casamento não é uma ideia presente na minha cabeça. Não faz falta nenhuma e o que tenho neste momento é mais importante. Também já senti que quero ser pai, mas ainda tenho muitas coisas para fazer antes de ter filhos.

Isabel -
Um bebé não faria sentido nesta altura da nossa vida. Ainda queremos namorar, viajar e fazer muitas outras coisas.


*Este texto foi escrito nos termos do novo acordo ortográfico.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras