Nas Bancas

Confissões de Belmiro de Azevedo em noite de homenagem

Aos 72 anos, o empresário revela: "já começo a precisar do chamado descanso do guerreiro".

Andreia Guerreiro
16 de novembro de 2010, 15:51

Foi o momento alto da 21.ª Edição Anual Exame 500 Maiores & Melhores, uma iniciativa da revista Exame que premeia as melhores empresas a operar em Portugal. Após o jantar e a entrega dos diversos galardões, no Hotel Ritz, em Lisboa, Francisco Pinto Balsemão chamou ao palco Belmiro de Azevedo, fundador e chairman da Sonae, para lhe entregar o Prémio Excelência na Liderança.

Belmiro de Azevedo e Francisco Pinto Balsemão
Belmiro de Azevedo e Francisco Pinto Balsemão
Victor Freitas
Foi uma homenagem a
"uma personalidade que pela sua carreira, pelas suas realizações, por aquilo que ainda se espera dele, constitui, para todos, uma referência"
, justificou o presidente do grupo Impresa, que considerou este encontro como
"a reunião magna das grandes empresas"
.


Paula Pimentel recebe um dos prémios das mãos de José Carlos Lourenço
Paula Pimentel recebe um dos prémios das mãos de José Carlos Lourenço
Victor Freitas
Na resposta, Belmiro de Azevedo agradeceu a distinção garantindo que
"fazer as coisas bem feitas é uma obrigação de todos"
e que por isso sentia
"algum desconforto em receber este prémio, ainda que saiba bem recebê-lo"
.


Rui Nabeiro e Pedro Norton
Rui Nabeiro e Pedro Norton
Victor Freitas
Ao longo do discurso, o
chairman
da Sonae, de 72 anos e com a sucessão assegurada pelo filho
Paulo Azevedo
, explicou estar agora a viver uma nova fase: "
A formação para a liderança é agora a minha ocupação principal. Antigamente tinha muitas responsabilidades diretas no dia-a-dia que vou abandonando, porque também já começo a precisar daquilo a que se chama o descanso do guerreiro."


João Salgueiro e Margarida Azevedo
João Salgueiro e Margarida Azevedo
Victor Freitas
Apesar deste discurso, Belmiro de Azevedo, que teve a companhia da mulher,
Margarida
, neste jantar, garantiu que vai continuar igual a si próprio, justificando:
"Faz parte da minha cultura ser irreverente."


*Este texto foi escrito nos termos do novo acordo ortográfico.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras