Nas Bancas

Michael Douglas: Efeitos dos tratamentos já são visíveis

O ator tem tentado manter as rotinas, inclusivamente levando a filha, Carys Zeta, à escola. Se tudo correr como esperado, Michael Douglas deverá regressar à sua vida normal em seis meses.

Andreia Guerreiro
18 de outubro de 2010, 10:25

Desde que, em Agosto deste ano, Michael Douglas anunciou publicamente que sofria de um cancro da garganta, sucederam-se as sessões de quimio e radioterapia, que já chegaram ao fim. Foram oito semanas de tratamentos e os efeitos são já notórios: nas fotografias mais recentes, o ator, que aos 65 anos ainda é considerado um dos galãs de Hollywood, mostra-se debilitado e envelhecido, mas tudo indica que conseguirá vencer a batalha contra o cancro, pois o prognóstico é favorável. "Não está previsto mais nenhum tratamento. Depois da última sessão, ele deve ficar ainda seis semanas em recuperação, podendo depois voltar à vida normal. O Michael está muito feliz e otimista com o final do tratamento", anunciou o porta-voz do ator.

Michael Douglas com a filha Carys Zeta
Michael Douglas com a filha Carys Zeta
City Files
Apesar da violência dos tratamentos, Michael Douglas tem-se revelado um paciente exemplar, pela coragem e determinação que tem evidenciado. Inevitavelmente, a situação acabou por afetar toda a família, nomeadamente a mulher,
Catherine Zeta-Jones
, que também acabou por perder algum peso. Mas nem tudo é negativo, como sublinha o próprio ator: a paragem forçada na profissão acabou por lhe deixar algum tempo livre para dedicar aos filhos mais novos,
Dylan
, de dez anos, e
Carys Zeta
, de sete, em cuja companhia tem sido visto regularmente. O mais velho,
Cameron
, de 31 anos, fruto do seu casamento com
Diandra Luker
, continua na prisão por tráfico de droga. É mais um problema a ensombrar a vida do ator.


*Este texto foi escrito nos termos do novo acordo ortográfico.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras