Nas Bancas

Keith Richards

Keith Richards

Reuters

Keith Richards lança autobiografia

Livro promete muitos detalhes sórdidos.

Melissa Tavanez
18 de outubro de 2010, 15:36

Keith Richards, de 66 anos, nunca escondeu a sua dependência de drogas, que quase o matou nos anos 80. E que o levou, por exemplo, a revelar, em 2007, que a coisa mais estranha que snifou foi o pai, que morreu em 2002: "Ele foi cremado e eu não consegui resistir (...) Desceu muito bem e ainda estou vivo." Depois, para acalmar a polémica que a declaração provocou, veio dizer que tinha sido uma brincadeira, mas agora, para promover a sua autobiografia, Life, o guitarrista dos Rolling Stones confirmou a história. Neste livro cheio de detalhes curiosos, Keith, que deixou a droga depois de ter caído de um coqueiro, em 2006, e ter feito uma lesão no cérebro, conta, por exemplo, que para ir comprar heroína ia armado até aos dentes, e diz que ainda hoje traz sempre um punhal no cinto, não vá ser preciso "lidar com um problema da maneira mais eficaz".

*Este texto foi escrito nos termos do novo acordo ortográfico.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras