Nas Bancas

users_0_15_untitled-1-ff2e.jpg

Família Champalimaud vê concretizado o sonho do patriarca

A inauguração do Centro de Investigação Champalimaud decorreu no passado dia 5 de outubro.

Melissa Tavanez
13 de outubro de 2010, 10:30

Fotos: Catarina Larcher

De Belém partiram, há 500 anos, as naus que levaram os portugueses à descoberta do mundo desconhecido. Portugal quer continuar a honrar esse espírito pioneiro, mas agora através da ciência. No dia 5 de Outubro, precisamente dois anos depois do lançamento da primeira pedra, foi inaugurado o Centro de Investigação Champalimaud, concretização do sonho do empresário António de Sommer Champalimaud, que doou ao país grande parte da sua enorme fortuna com o objetivo de promover a investigação científica.
Seis anos depois da morte do empresário, os seus filhos e netos, bem como Leonor Beleza, a quem o magnata pediu para ser presidente da Fundação Champalimaud, e toda a sua equipa apresentaram um centro de investigação científica multidisciplinar que pretende ser uma referência no campo da biomedicina a nível mundial.
Durante a inauguração deste espaço, desenhado pelo arquiteto indiano Charles Correa, Leonor Beleza fez questão de invocar o passado e a memória do homem que tornou tudo isto possível: "
Concebemos este projeto científico para corresponder àquilo que julgamos ser a vontade de António Champalimaud. Fizemo-lo em memória de um patriota e de um genial empreendedor, que teve a rara generosidade de doar a sua fortuna à ciência e de não querer que isso fosse conhecido antes da sua morte.
Quis concentrar na ciência o seu legado a Portugal." Luís Champalimaud, um dos filhos do empresário, estava visivelmente comovido e feliz por ver que o desejo do pai foi cumprido. "Se o meu pai estivesse aqui, estaria orgulhoso", assegurou.
Depois dos discursos oficiais e do almoço, o Presidente da República entregou o Prémio António Champalimaud de Visão 2010 aos cientistas J. Anthony Movshon e William Newsome.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras