Nas Bancas

Carla Bruni

Carla Bruni

Reuters

Jornal do Irão chama prostituta a Carla Bruni

A primeira-dama de França defendeu uma iraniana condenada à morte por apedrejamento.

Melissa Tavanez
31 de agosto de 2010, 11:30

"Prostitutas francesas juntam-se ao protesto pelos direitos humanos" foi o título de um artigo do jornal iraniano Kayhan, controlado pelo governo de Mahmoud Ahmadinejad, referindo-se a Carla Bruni e Isabelle Adjani. Tudo porque a mulher do presidente francês e a atriz saíram em defesa de Sakineh Mohammadi Ashtiani, uma iraniana condenada à morte por apedrejamento, acusada de manter uma relação extraconjugal e de ter assassinado o marido.

*Este texto foi escrito nos termos do novo acordo ortográfico.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras