Nas Bancas

Michael Douglas

Michael Douglas

Reuters

Michael Douglas poderá ficar sem voz

Os médicos admitiram que o tratamento a que o ator vai ser submetido pode afetar-lhe as cordas vocais.

Joana Carreira
18 de agosto de 2010, 17:30

Os médicos confirmaram a Michael Douglas, a quem recentemente foi diagnosticado um cancro na garganta, que existe a possibilidade de perder a voz depois de se submeter ao tratamento de quimioterapia. Devido ao estado avançado da doença, os médicos optaram por aplicar um tratamento agressivo de radioterapia, que terá a duração de oito semanas, para impedir que o ator tenha que ser operado à laringe.
O processo de medicação vai ser feito no Centro Integral de Oncologia Beth Israel Nova Iorque e o médico do departamento de radioterapia e oncologia, Lawrence Tena, explicou à Fox News que "quando um paciente é submetido a radioterapia e quimioterapia em conjunto é porque o estado do cancro já é bastante avançado".
Apesar do tratamento agressivo, o médico mostra-se otimista, mas também realista, com o caso de Douglas. "Os pacientes com cancro avançado têm entre 60 e 70% de possibilidades de sobreviver", afirmou.

Até ao início do tratamento, o ator, de 65 anos, aproveita os últimos momentos com a mulher, a atriz Catherine Zeta-Jones e os dois filhos mais novos, Dylan e Carys. Douglas está "muito otimista"e pôs de lado todos os seus projetos profissionais para se dedicar totalmente à recuperação.*

Este texto foi escrito nos termos do novo acordo ortográfico.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras