Nas Bancas

Isabel de Palmela reage à morte de Duarte Pinto Coelho

O decorador português morreu no último domingo, aos 87 anos.

Andreia Guerreiro
8 de julho de 2010, 18:22
"O Duarte [Pinto Coelho] era amigo dos meus pais e após a morte do meu pai, há bastante tempo, passou a ser uma pessoa muito presente na minha vida. Era como um segundo pai para mim. Tínhamos muito carinho um pelo outro e esta casa onde vivo, que era da minha mãe, foi recentemente decorada por ele. Passámos muitos dias juntos e éramos verdadeiros amigos. Ainda na véspera da sua morte falei com ele ao telefone, mas já pouco se percebia do que dizia. O dia da sua morte foi muito triste e hei de recordá-lo sempre, pois estou-lhe eternamente grata por tudo. Vivi muitos anos fora de Portugal - em Madrid e Londres - e ele sempre me apoiou bastante, estava presente em todos os momentos. Foi um grande decorador conhecido internacionalmente e todas as homenagens são lhe devidas."


Duarte Pinto Coelho
Duarte Pinto Coelho
Campiso Rocha
É desta forma que
Isabel de Palmela
recorda, emocionada, Duarte Pinto Coelho. O decorador português, que estava doente desde novembro, morreu no passado domingo, dia 4, aos 87 anos.




Siga a CARAS no
e no
!


*Este texto foi escrito nos termos do novo acordo ortográfico.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras