Nas Bancas

Portugueses despedem-se de José Saramago

O corpo do escritor está em câmara ardente nos Paços do Concelho da Câmara Municipal de Lisboa. Por vontade expressa do Nobel da Literatura, as suas cinzas ficarão em Portugal

Pedro Amante
19 de junho de 2010, 19:21

Desde o início da tarde que os restos mortais de José Saramago se encontram no salão nobre da Cãmara Municipal de Lisboa. O corpo do escritor ficará em câmara ardente às 11h00 de amanhã, hora em que se celebrará uma cerimónia civil. Têm sido muitas as pessoas que fazem fila à porta dós Paços do Concelho para prestarem a última homenagem ao Nobel da Literatura.

Portugueses despedem-se de José Saramago
João Lima

O caixão, coberto com a bandeira portuguesa, chegou por volta das 15h30 e foi recebido com aplausos. Na fachada do edifício, duas grande fotos do escritor e a frase "Obrigado, Saramago". Entre as muitas coroas de flores recebidas, destaque para duas, enviadas por
Raul
e
Fidel Castro
.

A coroa de flores enviada por Fidel Castro
A coroa de flores enviada por Fidel Castro
Reuters

Portugueses despedem-se de José Saramago
Paulo Petronilho

Pilar del Río com a ministra da cultura espanhola, Gonzalez Sinde
Pilar del Río com a ministra da cultura espanhola, Gonzalez Sinde
Reuters

O corpo de
José Saramago
será cremado, amanhã, no cemitério do Alto de São João e as cinzas ficarão em Portugal, por vontade expressa do escritor.*Este texto foi escrito nos termos do novo acordo ortográfico.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras