Nas Bancas

Alexandra Borges: Diagnóstico de fadiga crónica fá-la mudar de vida

"Sou uma pessoa com muitos projectos, hiperactiva, e vou ter de criar novos hábitos."

Andreia Guerreiro
4 de maio de 2010, 20:34

Sentindo que a sua saúde não estava a 100%, e tendo em conta que há já algum tempo que não ia ao médico, Alexandra Borges resolveu fazer um check-up, na sequência do qual lhe foi diagnosticada fadiga crónica. Desde então, a repórter da TVI tem aprendido a viver com a doença e com as condicionantes que esta trouxe à sua vida.
"Estava num ponto de saturação, o sistema linfático já não estava a funcionar muito bem. Agora tenho de fazer tratamentos e tomar algumas precauções em termos alimentares. Neste momento, por vezes, parece-me que tenho Alzheimer, a minha memória já não é a mesma coisa. Há alturas em que não me lembro de nada, em que perco a memória recente", conta Alexandra, que encontrámos no preview do Stockmarket, no Centro de Congressos de Lisboa.

Alexandra Borges com o marido, Luís Almeida, e os filhos, Vicente e Tomás
Alexandra Borges com o marido, Luís Almeida, e os filhos, Vicente e Tomás
Mike Sergeant
A repórter revelou ainda que a acumulação de cansaço desde o nascimento dos gémeos
Vicente
e
Tomás
, de seis anos, terá sido a causa da doença e afirmou que a maior dificuldade tem sido explicar aos filhos e aos seus colegas que está doente.
"A maior dificuldade que sinto é de explicar ao mundo, nomeadamente aos meus filhos e no trabalho, que há doenças que não se vêem. Sou muito optimista e não deixo que isto me afecte, fiz montes de análises, sei como posso melhorar e o que tenho de fazer. Sou uma pessoa com muitos projectos, hiperactiva, e vou ter de criar novos hábitos. Agora estou a fazer um tratamento de choque, porque estou com disfunções a nível linfático e digestivo. Basicamente foram muitos anos em stresse, ter tido gémeos, muitos projectos e não descansar."



Siga a CARAS no
e no
!

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras