Nas Bancas

Fernando Gomes com a mulher, Geraldina

Fernando Gomes com a mulher, Geraldina

Joaquim Norte de Sousa

Fernando Gomes foi pai há 14 meses: "A Inês é querida e bonita como a mãe"

O economista voltou a ser pai aos 64 anos. Casado há dois anos com Geraldina, Fernando Gomes falou à CARAS do seu papel de pai.

Andreia Guerreiro
21 de abril de 2010, 14:29

Catorze meses depois do nascimento da primeira filha em comum, Fernando e Geraldina Gomes falaram com orgulho de Inês. "Foi uma bebé muito desejada. É muito querida e bonita como a mãe", contou o ex-presidente da Câmara do Porto e actual administrador-executivo da Galp, que voltou a ser pai aos 64 anos. Geraldina não hesitou em retribuir o elogio ao marido, com quem está casada há dois anos, após oito anos de relação. "Ele é um excelente pai e marido. Ajuda-me imenso a cuidar da nossa filha e é muito bom assistir à relação dos dois. Quando a Inês o vê, larga tudo e só quer o pai", contou à CARAS, no final do concerto que marcou o 5.º aniversário da Casa da Música, no Porto.
Sorridente, Fernando Gomes não desmente e até confessa que nesta fase da sua vida é natural que tenha mais disponibilidade para se dedicar ao papel de pai. Recorde-se que, para além de Inês, a primeira filha do seu casamento com Geraldina, o economista tem mais um filho e uma filha - frutos do seu primeiro casamento, com Fátima Gomes - e dois netos. O seu neto mais novo é dois anos mais velho do que Inês, que agora concentra as atenções da família.
Sempre bastante reservado em relação à sua vida pessoal, ao longo de mais de 30 anos de carreira política, Fernando Gomes foi presidente da Câmara Municipal do Porto durante dez anos, entre 1989 e 1999. Foi nessa altura que interrompeu o mandato para assumir o cargo de ministro-adjunto e ministro da Administração Interna do governo então liderado por António Guterres.

CLIQUE PARA SUBSCREVER A NEWSLETTER DA CARAS

Siga a CARAS no Facebook e no Twitter !

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras