Nas Bancas

A poucas semanas do parto, Pimpinha aguarda tranquila a chegada do bebé

"Em princípio, vai ser Francisco, mas só quando olhar para a cara do bebé é que vou conseguir decidir." (Pimpinha Jardim)

Andreia Guerreiro
27 de fevereiro de 2010, 11:34

A menos de um mês de ser mãe pela primeira vez, Catarina Jardim, conhecida por Pimpinha, garante que não se sente nervosa com o parto: "Tenho levado a gravidez com muita naturalidade. Não tenho medo nenhum nem estou ansiosa com o nascimento do bebé. Estou a gostar muito de estar grávida, é uma experiência muito gira. Acho que, sendo o primeiro filho, é preciso uma pessoa habituar-se..." Pimpinha e Francisco Spínola vão ser pais de um rapaz, que deverá nascer entre os dias 10 e 17 de Março, de parto normal. Pelo menos, é esse o desejo dos pais, com quem falámos na abertura da Clínica Quadrantes Cascais. "Se puder, o Francisco quer assistir ao parto. Eu faço questão que ele esteja presente para me dar a mão, mas não que ele assista ao parto. Nesta altura, o Francisco mima-me imenso. É óptimo. Até porque agora já não consigo fazer muita coisa em casa... mas por acaso até nem me tenho aproveitado assim tanto", contou-nos a futura mamã.


Pimpinha Jardim com o namorado, Francisco Spínola, e os pais deste, Rosarinho e José Spínola
Pimpinha Jardim com o namorado, Francisco Spínola, e os pais deste, Rosarinho e José Spínola
Nuno Miguel Sousa
A poucas semanas do parto, o casal ainda não escolheu que nome dar ao filho, diz Pimpinha:
"Em princípio, vai ser Francisco, mas só quando olhar para a cara do bebé é que vou conseguir decidir."
As famílias de ambos têm vivido com entusiasmo esta gravidez e os pais de Francisco,
José
e
Rosarinho Spínola
, ficaram radiantes quando souberam que iriam ter mais um neto.
"Estamos os dois ansiosos. Vem aí outro rapaz. Já temos um neto da nossa filha Rosarinho... Adoramos bebés e, quando soubemos que era um rapaz, ficámos muito contentes. É óptimo, até porque na família da Catarina são só raparigas e, assim, um rapaz vem 'cortar' um bocadinho. Mas eu quero é que venha com saúde e que corra tudo bem"
, confessou-nos a avó, que já está preparada para tomar conta do neto sempre que for preciso:
"Gosto de cuidar dos meus netos, mas não quero virar ama do bebé! Estamos preparados para ajudar o mais possível quando for preciso e até temos a sorte de eles estarem a morar perto de nossa casa. Estamos quase todos os dias juntos e eu gosto da casa cheia, com os filhos e os netos..."




Siga a CARAS no
e no
!

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras