Nas Bancas

FOTOGALERIA: Futebolistas famosos juntam-se em Lisboa num jogo para ajudar o Haiti

Vários jogadores de futebol nacionais e internacionais participam hoje, dia 25 de Janeiro, no Jogo Contra a Pobreza, no Estádio da Luz. Desta vez, a partida tem como objectivo ajudar as vítimas do sismo no Haiti.

Cátia Pinheiro
25 de janeiro de 2010, 19:25

Fotos: João Lima / D.R.

Pela sétima vez, vários jogadores de futebol nacionais e internacionais participaram no Jogo Contra a Pobreza, que desta vez teve lugar no Estádio da Luz e reverteu a favor do Haiti. A solidariedade para com as vítimas do sismo em campo sob a forma de um jogo de futebol entre amigos de Zinedine Zidane e de Ronaldo, que à última da hora foi substituído pelo seu compatriota Kaká, e uma equipa Benfica All-Stars. Entre as vedetas que participaram, contaram-se Figo, Pauleta e os franceses Thierry Henry, Barthez e Robert Pires, todos eles 'convocados' por Zidane, que é embaixador de Boa Vontade do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), que desta vez se uniu à Fundação Benfica na organização do evento. "Esta é uma causa que tem de nos tocar a todos e à qual não se pode ficar indiferente. É sempre bom quando se volta aos relvados, ainda mais em ocasiões como esta e entre amigos", revelou o ex-jogador do Real Madrid.

Antes do desafio Ronaldo, Zidane & Friends vs. Benfica All-Stars, os jogadores e todos os que participaram nesta causa reuniram-se no Tiara Park Atlantic Lisboa, onde aos futebolistas se reuniram algumas personalidades, entre as quais Eusébio. E foi com um sorriso que o Pantera Negra manifestou a sua satisfação por esta iniciativa, que coincidiu com o dia do seu 68.º aniversário. "Se Deus quiser, vou viver mais alguns anos, por isso o que é realmente importante hoje é o Haiti. Estou mais preocupado em ajudar os outros do que em celebrar o meu aniversário. Vim só cumprimentar os jogadores e dizer obrigado por participarem, pois tocaram no meu coração", disse a eterna estrela do Benfica, que deu o pontapé de saída deste jogo solidário.

Fabian Barthez, que também se juntou a esta causa, confessou que o facto de ser pai de duas crianças, Lenny, de seis anos, e Aldo, de dois, fruto do seu casamento de seis anos com Aurélie, faz com que fique ainda mais sensibilizado com a situação no Haiti. "Tudo o que aconteceu tocou-me muito, principalmente porque sou pai, e ver aquelas crianças a sofrer... Este jogo é muito importante, pois vai ajudar algumas pessoas que sofreram com este desastre. Qualquer contributo, por menor que seja, é essencial", declarou o ex-guarda-redes do Nantes.

Estreante nestas andanças é Francis Obikwelu. O atleta fez questão de participar no desafio, mesmo que apenas por alguns instantes, por ter medo de se lesionar: "Tenho algum receio, até porque não quero forçar o joelho, mas não podia deixar de marcar presença e ajudar os outros."

CLIQUE PARA VER MAIS FOTOGALERIAS

CLIQUE PARA SUBSCREVER A NEWSLETTER DA CARAS


Siga a CARAS no Facebook e no Twitter !

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras