Nas Bancas

Julgamento que opõe casal McCann a Gonçalo Amaral adiado

A sessão marcada foi adiada para dias 12,13 e 14 de Janeiro de 2010 porque o advogado do ex-inspector da Polícia Judiciária está de quarentena.

Cátia Pinheiro
11 de dezembro de 2009, 16:22
FOTOS:

Salvador Colaço


A viagem de Gerry e Kate McCann a Portugal para o julgamento que os opõe ao ex-inspector da Polícia Judiciário Gonçalo Amaral acabou por ser infrutífera. A sessão par audição de testemunhas acabou por ser adiada porque António Cabrita, advogado de Gonçalo Amaral se encontra de quarentena por causa da gripe A.
Em causa neste processo está o livro do ex-inspector da Polícia Judiciária, A Verdade da Mentira, no qual este aborda o caso do desaparecimento de Madeleine McCann, a 3 de Maio de 2007.
Gonçalo Amaral e os pais da menina inglesa desaparecida estiveram a poucos metros de distância no Palácio da Justiça, mas não houve qualquer contacto entre eles.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras