Nas Bancas

FOTOGALERIA: Último adeus a Robert Enke

Familiares, amigos, colegas de profissão e milhares de admiradores reuniram-se hoje no Estádio Hannover 96 para prestar uma derradeira homenagem ao guarda-redes alemão, que se suicidou na passada terça-feira, dia 10.

Cátia Pinheiro
15 de novembro de 2009, 15:40


Mais de 45 mil pessoas assistiram comovidas à homenagem a Robert Enke, o guarda-redes alemão, de 32 anos, que se suicidou no passado dia 10, atirando-se para uma linha de comboio. A cerimónia fúnebre, que teve lugar no Estádio do Hannover, contou com a presença da mulher de Enke, Teresa, que escolheu uma coroa de flores brancas em forma de coração para decorar a urna. E se esta homenagem ficou marcada pela comoção, não menos emotivo foi o momento em que o corpo do guarda-redes - que esteve ao serviço do Benfica entre 1999 e 2002 - foi a enterrar ao lado da campa da filha Lara - que morreu em Setembro de 2006, com dois anos, devido a uma malformação cardíaca congénita -, em Empede, a norte de Hannover.
Segundo o seu médico assistente, Valentin Markser, Enke sofria de "graves depressões" e não queria nem ser internado nem prosseguir com os tratamentos, com medo que lhe tirassem a bebé que adoptara com a mulher em Maio deste ano, Leila, de oito meses. "Quando tinha depressões, era tudo muito difícil, faltava-lhe ânimo, não tinha esperança. Conseguimos juntos superar alguns maus momentos, mas depois veio a morte da Lara. Isso acabou por nos unir ainda mais e achámos mesmo que íamos conseguir ultrapassar tudo com amor, mas não conseguimos. Tentei dar-lhe perspectivas e esperança, dizia-lhe que nem tudo era mau, que o futebol não era tudo na vida, que havia coisas belas na vida, mas, infelizmente, não resultou", revelou Teresa Enke no dia a seguir ao suicídio do marido, que esteve recentemente afastado dos relvados devido a uma bactéria que lhe afectou o estômago.
O guarda-redes, que jogava actualmente ao serviço do Hannover 96, deixou uma carta de despedida, cujo conteúdo ainda não foi divulgado. No entanto, sabe-se que Enke pede desculpas aos familiares e aos médicos por ter ocultado o momento de desespero que estava a viver.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras