Nas Bancas

Instabilidade emocional de Lindsay Lohan pode estar relacionada com a morte de Heath Ledger

A mãe da actriz garante que os dois mantinham uma relação quando o actor foi encontrado morto no seu apartamento, em Janeiro de 2008, devido a uma overdose acidental.

Andreia Guerreiro
12 de novembro de 2009, 15:43

Há muito que Lindsay Lohan e os seus problemas psicológicos, que já a obrigaram a ser internada por diversas vezes em clínicas de reabilitação, dão que falar na imprensa. Agora, na gravação de uma conversa telefónica, que data de 2008, entre os pais da actriz, Dina e Michael Lohan, divulgada pelo site RadarOline.com, pode ter sido encontrada a explicação para a sua instabilidade emocional.

Heath Ledger
Heath Ledger
Reuters
De facto, Dina Lohan afirma que a filha mantinha uma relação com
Heath Ledger
, encontrado morto no seu apartamento devido a uma
overdose
acidental em Janeiro de 2008, e que este acontecimento pode tê-la perturbado.
"Eles saíam juntos quando ele morreu... Não sei se tu sabias disto, mas eu sei porque a deixava muitas vezes em casa dele e eles eram amigos muito, muito, íntimos"
, explica Dina, que está separada do pai da actriz, Michael.


Ali, Lindsay e Dina Lohan
Ali, Lindsay e Dina Lohan
Reuters
Visivelmente preocupada, Dina salienta que desaparecimento de Ledger deixou a filha
"de rastos"
e garante que esta é a causa do seu comportamento desequilibrado.
"Quando ela bebe e toma Adderall
[medicamento usado em psiquiatria]
, sem pensar um só segundo, pode fazer o mesmo que Heath"
, terá dito Dina na gravação.


Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras