Nas Bancas

Robert Enke tinha perdido uma filha há três anos

Lara, a filha do antigo guarda-redes do Benfica, que se suicidou ontem em Hannover, morreu há três anos vítima de problemas cardíacos congénitos.

Andreia Guerreiro
11 de novembro de 2009, 12:01

Aos 32 anos, o guarda-redes do Hannover, Robert Enke, decidiu pôr fim à sua vida ao suicidar-se numa passagem de nível da mesma cidade alemã. O jogador encontrava-se a recuperar de uma infecção intestinal, que o manteve afastado dos relvados durante cinco semanas, e ao que tudo indica já estava apto a regressar.

Robert e Teresa Enke
Robert e Teresa Enke
City Files
Mas, na origem desta atitude de Robert Enke estará uma tragédia familiar que não conseguiu ultrapassar. De facto, o futebolista e a mulher,
Teresa
, perderam, em Setembro de 2006, uma filha de dois anos,
Lara
, que morreu durante uma operação a problemas cardíacos congénitos. Entretanto, já em Maio deste ano, Enke e Teresa, casados desde 2006, adoptaram uma menina,
Leila
.
"Nós temos muita sorte e estamos muito gratos por esta menina ter entrado na nossa vida"
, afirmou Enke na altura da adopção.


Robert Enke
Robert Enke
City Files
Apesar de se desconhecerem as razões do suicídio, confirmado ainda ontem pelo seu empresário,
Jorg Neblung
, já se sabe que o jogador deixou uma carta de despedida.
"Confirmo a existência de uma carta de despedida, mas não posso revelar o seu conteúdo, em atenção à família e à memória de Robert Enke"
, revelou
Stefan Wittke
, director de comunicação da polícia de Hannover, em declarações ao canal de televisão alemão N-TV, antes de referir que as autoridades têm
"boas razões para crer que se tratou de um suicídio"
.


Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras