Nas Bancas

Céline Dion: Afinal a cantora não estava grávida

Foi o marido da cantora, René Angélil, que confirmou a notícia.

Andreia Guerreiro
11 de novembro de 2009, 13:19

Apesar de Céline Dion, de 41 anos, e o marido, René Angélil, de 67, nunca terem confirmado que esperavam o segundo filho em comum, a notícia tinha sido avançada em Agosto último pelo representante da cantora ao site da revista US Magazine. Mas, face a todas as informações que têm sido avançadas, o produtor musical abriu o coração ao diário canadiano Le Journal de Québec, e revelou que a estrela nunca esteve grávida, não tendo ainda conseguido realizar o sonho de dar um irmão a René-Charles, de oito anos.

Céline Dion e René Angelil
Céline Dion e René Angelil
Reuters
O que aconteceu foi que já este ano Céline Dion se submeteu a duas tentativas de inseminação artificial, em Agosto e Outubro, que se revelaram infrutíferas, e que para o próximo fim-de-semana está prevista uma terceira.
"Vivemos a realidade da maioria dos casais que recorrem a estas técnicas de reprodução assistida. O caminho pode ser longo e difícil. Nem sempre funciona, tal como aconteceu na primeira vez com o René-Charles. Em Agosto último, o Dr. Zev Rosenwaks
[médico que acompanha a artista]
acreditou que a Céline estivesse grávida, mas isso não aconteceu. Recebemos a notícia cerca de dez dias depois. É certo que isso nos deixou perturbados"
, recordou o produtor musical antes de falar na segunda tentativa.
"
[Os tratamentos do mês de Outubro]
também obtiveram resultados negativos, mas vocês conhecem a Céline, ela não desiste. Sinto uma enorme admiração por todas as mulheres que passam por todo este processo difícil. Desde Abril último, ela tem sido submetida a imensos exames, injecções de hormonas e análises de sangue. Temos de ir muitas vezes a Nova Iorque. Nem eu nem a Céline perdemos a esperança, porque temos um filho extraordinário, René-Charles. Não é como se nunca tivéssemos tido filhos. Portanto continuamos a acreditar na vida e na nossa estrela da sorte.
(...)
Os médicos estão optimistas e relembram-nos que é normal que sejam necessárias várias tentativas. A Céline e eu queremos sobretudo dizer que continuamos a acreditar que é possível e também que nos sentimos pais privilegiados por ter o filho que temos"
, acrescentou Angélil.


Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras