Nas Bancas

Maddie McCann

Maddie McCann

Reuters

Caso Maddie: Teoria de Gonçalo Amaral defendida por livro americano

Brian Johnson, autor de 'Faked Abduction', também acredita que a menina inglesa não foi raptada, a mesma teoria defendida pelo antigo inspector da Polícia Judiciária.

Andreia Guerreiro
29 de outubro de 2009, 13:45

O livro de Gonçalo Amaral, A Verdade da Mentira, foi retirado do mercado por decisão do tribunal, mas já surgiu uma nova obra que defende as mesmas ideias escritas pelo antigo inspector da Polícia Judiciária. De facto, Faked Abduction (Falso Rapto), da autoria do americano Brian Johnson, insiste na teoria de que o rapto de Maddie McCann, filha de Gerry e Kate McCann, foi planeado para esconder o que realmente aconteceu à criança. Ao que tudo indica, a obra chega ao mercado norte-americano ainda antes do Natal e já está a ser pensada uma tradução para o alemão, de forma a permitir a publicação internacional.
Recorde-se que Madeleine McCann desapareceu a 3 de Maio de 2007, na Praia da Luz, em Lagos, no Algarve.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras