Nas Bancas

Cláudio Ramos confessa o que mudava na sua imagem

No Portugal Fashion, o apresentador afirmou: "Não me considero bonito"

Pedro Amante
20 de outubro de 2009, 12:41

Cláudio Ramos foi convidado pela Concreto para desfilar no Portugal Fashion e, apesar de não gostar de se ver na passarela, porque fica bastante nervoso, mostrou estar à altura do desafio: "Sou um comunicador e faço tudo aquilo para que me convidam. Confesso que desfilar não é o que faço melhor, porque fico muito nervoso, mas dou o meu melhor e acho que não me portei nada mal. Não sou modesto."
Depois de ter desenhado a linha de roupa interior Concreto Chique by Cláudio Ramos, e da relação que existe há seis anos com a marca, o comunicador de 37 anos explica que acedeu ao convite porque é "vaidoso e acho que não perco nada em fazer parte destas experiências."

Cláudio Ramos no desfile da Concreto
Cláudio Ramos no desfile da Concreto
João Lima

Em conversa com a Imprensa, continuou a sua auto-avaliação: "Não gosto de me ver na passarela, como não gosto de me ver na televisão. Não me considero uma pessoa bonita. Nem gosto de ouvir a minha voz na rádio. É uma dualidade estranha, mas a verdade é que as pessoas gostam. Gosto sim de me ver ao espelho." No entanto, se pudesse mudar alguma coisa em si, o apresentador do espaço
Cara Nova
, do programa
Vida Nova
de
Fátima Lopes
, "arranjava o maxilar e o queixo, endireitava as pernas, alterava o nariz que é torto e punha a voz mais grossa." Certo de que
"não há pessoas feias, mas sim quem não se sabe valorizar"
, Cláudio Ramos conclui, sem modéstia:
"Acho que com a idade estou francamente melhor. Os cabelos brancos e as rugas dão-me um certo charme."


Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras