Nas Bancas

Roman Polanski

Roman Polanski

Reuters

Advogado de Roman Polanski preocupado com o seu estado de saúde

"Parece-me que a sua estabilidade mental pode estar em causa", explicou Hervé Temine, o representante legal do realizador.

Andreia Guerreiro
16 de outubro de 2009, 10:18

Já passaram mais de duas semanas desde Roman Polanski foi detido na Suíça, país onde se deslocou para receber um prémio pela sua carreira, no Festival de Cinema de Zurique. Em causa está um mandado de captura emitido pelos Estados Unidos em 1977, na sequência do realizador ter sido acusado de ter relações sexuais com uma menor - Samantha Geimer -,e que só foi aplicado agora porque na altura Polanski deixou o país antes que fosse tomada uma decisão judicial. Mas, de momento, o que mais preocupa o advogado do realizador franco-polaco é a sua saúde. "Tenho-o encontrado muito cansado e deprimido e, tanto a nível físico como psicológico, deixou-me preocupado. Pareceu-me que a sua estabilidade mental pode estar em causa", afirmou Hervé Temine. Como tal, o seu representante legal apresentou pela segunda vez que seja concedida liberdade condicional ao seu cliente que "jura pela sua honra" que não deixará o território suíço.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras