Nas Bancas

Maitê Proença pede desculpa: "Considero-me portuguesa"

A actriz revelou ao jornal O Globo que tudo não passou de uma brincadeira.

Pedro Amante
14 de outubro de 2009, 00:09

Em declarações à edição online do jornal O Globo, a actriz e apresentadora conta que o vídeo foi gravado há quatro anos para o GNT. Incomodada, Maitê Proença pede desculpas se ofendeu alguém, e diz que tudo não passou de uma brincadeira. "Só quem não vê o 'Saia Justa' poderia levar isso a sério. No programa, a gente ironiza até o presidente Lula. E isso que eu falei dos portugueses, a gente fala dos paulistas, que são estressados porque trabalham demais, ou do jeito devagar do baiano... E eu me considero uma portuguesa, porque meu avô, Augusto Galo, era português, era inclusive patrono do Clube Ginástico, tem até uma estátua em homenagem a ele lá na entrada do clube", afirma a actriz. "Eu já fui a Portugal umas 20 vezes. Alguém realmente acha que eu não gosto de Portugal? Agora realmente se eu ofendi algum português com isso, peço desculpas. Mas acho que está faltando humor nas pessoas."

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras