Nas Bancas

Daiana revela, ao lado de Manuel Pinto Coelho: "Quero ser mãe"

Casados há dois anos, a empresária brasileira e o médico confessam o desejo de ter um filho em breve.

Andreia Guerreiro
4 de outubro de 2009, 14:44

Casada há dois anos com o médico Manuel Pinto Coelho, por quem trocou o seu país pelo nosso, a brasileira Daiana Pinto Coelho, de 27 anos, está já perfeitamente adaptada a Portugal. Recentemente, decidiu trazer para Portugal uma conhecida marca brasileira de lingerie, a Hope, em parceria com uma amiga. O incentivo que recebeu do marido foi de tal ordem que o médico acabou mesmo por se tornar seu sócio. Este é um dos projectos de vida do casal. O próximo poderá chegar nos próximos meses, como diz a empresária: "Quero ser mãe e quem sabe em breve não teremos uma boa notícia..." Refira-se que Manuel Pinto Coelho, de 61 anos, já é avô e tem quatro filhos de anteriores relacionamentos: Bernardo, Marta, Manuel e Filipa.
No passado dia 28 de Julho, celebraram dois anos de um casamento que Daiana, no papel de porta-voz do casal, elogiou a cada momento nesta conversa com a CARAS.

- Celebraram este Verão dois anos de casados. Como descreve esse tempo?
Daiana Pinto Coelho - Maravilhoso e cem por cento especial. Nós vivemos o dia de hoje como se fosse o primeiro, como se fosse o dia em que nos conhecemos. Vivemos cada minuto das nossas vidas com muita intensidade. O amor, a cumplicidade, a amizade e o respeito são cada vez maiores, mais fortes e mais bonitos. Nós somos marido e mulher, amantes, amigos, companheiros de negócios... Parece perfeito de mais, mas é a realidade. Como se diz no Brasil, o Manuel 'me pegou de jeito' e ganhou o meu coração. [risos]

Daina e Manuel Pinto Coelho
Daina e Manuel Pinto Coelho
Mário Galiano
- A diferença de idades - o Manuel tem 61, e a Daiana, 27 - é um factor que interfere na vossa vida?
-
Não, não sinto a diferença de idades, antes pelo contrário. O Manuel, muitas vezes, parece um autêntico miúdo. Chego a pensar se ele não será a alma de um menino de 25 anos num corpo de 60. [risos] Ele está em excelente forma física. Para o Manuel, tudo é motivo de festa e alegria, enquanto eu sou uma pessoa mais fechada e com menos sentido de humor.


- Qual foi a reacção dele quando lhe comunicou a vontade de arrancar com um novo negócio em Portugal, no caso, a abertura das lojas Hope?

-
O Manuel apoiou-me sempre não a 100, mas a 200 por cento. Gostava de elogiar publicamente a auto-estima e a energia positiva que ele tem e que me transmitiu desde o primeiro minuto. A verdade é que não só me apoiou, como também é um dos sócios da empresa. Gosta de dar conselhos e, hoje, já quase percebe mais de lingerie do que eu. [risos]

- E como tem corrido essa união entre amor e negócios?
-
Está a correr lindamente e temos conseguido separar as coisas. Conversamos muito, trocamos opiniões e, no final, a sensação que fica é que já estivemos juntos numa outra vida. Sinto que o Manuel estava à minha espera e eu nasci para ele. É coisa do destino e fica a certeza de que fomos feitos um para o outro, em tudo!


Daina e Manuel Pinto Coelho
Daina e Manuel Pinto Coelho
Mário Galiano
- Que carac­te­rísticas destaca na personalidade do seu marido?

-
Ele tem muito charme e é um verdadeiro cavalheiro. É algo que faz parte da sua personalidade porque, caso contrário, nestes dois anos eu já teria percebido. [risos] Ele é muito romântico e faz-me imensas surpresas. Por outro lado, é com muito orgulho que olho para o seu trajecto profissional. A garra, a determinação e persistência que ele tem na defesa de uma alteração da política da toxicodependência é algo que me fascina.


- O nascimento de um filho está nos vossos planos?
-
Estaria a mentir se dissesse que não quero ser mãe. Eu quero ser mãe, mas mais do que eu, quem tem que querer mesmo é quem está lá em cima a olhar para mim ou, melhor, para nós... O nascimento de uma criança, além de fazer crescer a mulher, também contribui positivamente para a vida do casal. Quero ser mãe e quem sabe em breve não teremos uma boa notícia...

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras