Nas Bancas

Milos Forman

Milos Forman

Jorge Castro

Milos Forman entronizado Infanção pela Confraria do Vinho do Porto

O realizador diz que agora percebe porque Manoel de Oliveira consegue viver até aos 100 anos e continuar a fazer filmes.

Pedro Amante
11 de setembro de 2009, 18:58

Duas vezes vencedor do Óscar de Melhor Realizador, com os filmes Voando sobre um Ninho de Cucos e Amadeus, Milos Forman está em Portugal a convite do festival Douro Filme Harvest, que o homenageia com o prémio CastaDouro Carreira. Mas antes do Douro, o realizador esteve no Porto para ser entronizado com o grau de Infanção pela Confraria do Vinho do Porto. Simpático e bastante acessível, o realizador afirmou que só depois de provar o Vinho do Porto é que percebeu "como é que o senhor (Manoel de) Oliveira consegue viver até aos 100 anos e continuar a fazer filmes". E continuou com os elogios: "Já tinha bebido vinho do Porto muitas vezes, mas nunca com a excelente qualidade dos que tenho provado aqui".

Comparando as distinções que recebeu em Portugal, Milos Forman considerou que ser confrade do Vinho do Porto "é melhor", e explicou: "o outro prémio (CastaDouro Carreira) é o da vida inteira e este (Infanção da Confraria) é só o início".

Aos 77 anos, o realizador, que defende que a produção de filmes e de vinhos é semelhante, porque ambas requerem concentração, devoção e amor no trabalho, não descarta ainda a possibilidade de rodar um filme no nosso país, até porque acha "a luz e as mudanças de cor desta parte da Europa bonitas".

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras