Nas Bancas

La Toya Jackson

La Toya Jackson

Reuters

La Toya Jackson reage ao anúncio das causas da morte do 'Rei da Pop'

A irmã de Michael Jackson pede que seja feita justiça e que os responsáveis sejam condenados.

Andreia Guerreiro
27 de agosto de 2009, 12:34

Desde a morte do irmão, Michael Jackson, que La Toya Jackson defendeu que havia responsáveis pela tragédia e chegou mesmo a ir mais longe e afirmar que sabiam quem eram. Agora que foram divulgadas as causas da morte - o departamento de medicina legal encontrou uma dose letal do anestésico Propofol no corpo de Michael Jackson - La Toya, que se disse "aliviada" por ter sido considerado homicídio por negligência, pede que seja feita justiça em memória do artista. "Estou muito grata por os investigadores não terem ocultado a verdade para o mundo. Continuo à espera do dia em que justiça será feita e que serão condenados todos os que estiveram envolvidos na morte do meu irmão", afirmou a cantora em comunicado.

Recorde-se que o principal suspeito é o médico pessoal do cantor, Conrad Murray, que lhe administrou a dose letal do analgésico, que poderá ser condenado por homicídio por negligência.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras