Nas Bancas

Joaquín Cortés

Joaquín Cortés

Reuters

Joaquín Cortés obrigado a pagar 600 euros mensais ao suposto filho

Katie Asumu viu agora os primeiros resultados do processo em tribunal.

Melissa Tavanez
1 de agosto de 2009, 17:43

Após uma longa e dura batalha, Katie Asumu alcançou os primeiros resultados do processo judicial. O tribunal obrigou o bailarino a pagar 600 euros por mês a Samuel, o alegado filho de Joaquín Cortés com a sua antiga assistente. "Estou tranquila porque o fim aproxima-se, mas ainda falta a sentença final", afirmou Katie Asumu após a audiência, que decorreu em Madrid.
Recorde-se que a jovem, ex-assistente do bailarino, sempre afirmou que o artista era pai do seu filho, que nasceu a 10 de Abril de 2008, e exigiu testes de paternidade, que acabaram por ser ordenados pelo tribunal. Todavia, até à data, Joaquín Cortés ainda não os realizou. Na primeira vez, no passado mês de Novembro, o bailarino alegou que a sua mãe se encontrava mal de saúde, e ela acabaria mesmo por falecer uma semana depois. Já na segunda ocasião, em Maio deste ano, o artista encontrava-se em digressão pelos Estados Unidos e pelo México.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras