Nas Bancas

Christian Lacroix

Christian Lacroix

Reuters

Christian Lacroix luta pela sobrevivência da sua marca

O estilista apresentou uma oferta de compra à casa francesa.

Melissa Tavanez
30 de julho de 2009, 17:57

Apesar dos maus resultados financeiros que põem em risco a viabilidade da griffe, Christian Lacroix recusa-se a baixar os braços e decidiu negociar uma forma de evitar a falência da sua empresa, que tem mais de 20 anos. Assim, com o apoio financeiro do grupo italiano Borletti, o estilista, de 58 anos, apresentou uma oferta de compra, que acabou por também receber o apoio do governo francês. "Sinto-me preparado para resolver tudo o que ficou estagnado no passado e animado pela ideia de continuar a trabalhar", afirmou o designer de moda após receber luz verde do governo. Agora resta saber a decisão do tribunal de Paris, que só deverá ser tomada no final do Verão.

Christian Lacroix fundou a sua empresa de moda em 1987 junto com o magnata Bernard Arnault, mas devido aos maus resultados financeiros, o empresário acabaria por se afastar do projeto.

Recorde-se que a casa francesa é propriedade do grupo norte-americano Falic desde 2005 e que suspendeu o pagamento dos seus funcionários no passado mês de Maio.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras